Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Negociações fracassam e HNSC processa a Prefeitura de Pará de Minas cobrando dívidas


O anúncio sobre o processo judicial impetrado pela diretoria do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) contra a Prefeitura de Pará de Minas foi feito na noite desta segunda-feira, 14 de agosto, pelo vereador Rodrigo Varela Franco, líder do prefeito Elias Diniz na Câmara Municipal de Pará de Minas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Ele usou a tribuna para falar de diversos assuntos relacionados à área de Saúde no município. Apresentou dados obtidos junto ao secretário municipal de Cultura, Comunicação Institucional, Esportes, Lazer e Turismo e interino da Saúde, Paulo Duarte.

A principal delas se refere à falta de acordo entre a diretoria do HNSC e representantes da Prefeitura de Pará de Minas para que o município fizesse repasses para ajudar no funcionamento do hospital. As partes ainda não se manifestaram publicamente sobre a questão, mas o vereador afirma que o processo já corre na esfera judicial.

Rodrigo Varela Franco não detalhou números, mas disse que os diretores do Hospital Nossa Senhora da Conceição cobram até dívidas referentes aos repasses que deveriam ter sido feitos por gestores anteriores:


Rodrigo Varela Franco
rodrigo_varela_saude1

Além deste processo envolvendo o Hospital Nossa Senhora da Conceição e a Prefeitura de Pará de Minas, o vereador Rodrigo Varela Franco também abordou outros assuntos referente à Saúde em Pará de Minas.

Um deles se refere à denúncia de assédio moral feita por enfermeiros que trabalham na Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas – junto ao sindicato que representa a categoria em Minas Gerais e que está sendo apurada pelo Conselho Municipal de Saúde em Pará de Minas. O vereador disse que foram poucos os servidores que reclamaram após terem sido repreendidos por falhas na conduta profissional:

Rodrigo Varela Franco
rodrigo_varela_saude2

Outro tema trata da contratação de médico substituto. Com isso a Secretaria Municipal de Saúde pretende reduzir ou acabar com as reclamações dos usuários que procuram os postos de saúde e não encontram médicos, quando os profissionais por motivos diversos não comparecem ao trabalho, deixando a população sem atendimento:

Rodrigo Varela Franco
rodrigo_varela_saude3

Ainda sobre a área de Saúde, o vereador deu uma boa notícia ao afirmar que o prefeito Elias Diniz autorizou nesta segunda-feira (14) a abertura de processo licitatório para a aquisição de fitas para medir glicose. Elas estão em falta nas unidades de saúde devido ao repasse insuficiente feito pelo Governo de Minas Gerais e a dificuldade da prefeitura em comprar as fitas devido ao preço muito ao alto, em relação ao que é pago pelo Estado:

Rodrigo Varela Franco
rodrigo_varela_saude4

Rodrigo Varela Franco não informou em quanto tempo o processo licitatório será concluído para atender as pessoas em tratamento que convivem com a Diabetes. Alguns precisam aferir a glicose até cinco vezes ao dia e muitos não têm condições de comprar a fita. Uma caixa pode custar até R$ 160,00 nas farmácias, dependendo da quantidade de fitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm