Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Brasil encerra fase classificatória em terceiro lugar na Liga das Nações

Foto: Divulgação/FIVB

A seleção brasileira feminina de vôlei encerrou a participação na fase classificatória da Liga das Nações em terceiro lugar. Diante de um ginásio lotado, o time do treinador José Roberto Guimarães foi superado, nesta quinta-feira (14.06), pela Itália por 3 sets a 2 (22/25, 25/20, 17/25, 25/19 e 15/12), em Eboli, na Itália, pela quinta semana da competição.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O resultado colocou a equipe verde e amarelo em terceiro lugar na classificação geral, com 35 pontos (12 vitórias e três derrotas). Os Estados Unidos, que ainda hoje duelam com a Argentina, garantiram o primeiro lugar, com 37 pontos. A Sérvia ficou com a segunda colocação, com 37 pontos, a Holanda em quarto, com 34, e a Turquia em quinto, com 35, mas com uma derrota a mais do que as holandesas. As cinco equipes citadas se juntarão a China, país sede, na Fase Final, que será disputada em Nanjing, na China, entre os dias 27 de junho e 1º de julho.

O Brasil fará aclimatação para a Fase Final da Liga das Nações, no Japão. As brasileiras enbarcarão para o país asático nesta sexta-feira (15.06).

A oposta Monique foi a maior pontuadora entre as brasileiras, com 16 pontos. A central Bia, com 12, também pontuou bem pelo Brasil. Pelo lado da Itália, a oposta Ortolani foi a maior pontuadora, com 20 acertos.

Ao final do duelo, a levantadora Roberta comentou sobre a partida contra a Itália e a campanha do Brasil na fase classificatória da Liga das Nações.

“Fico feliz que nos classificamos para fase final e esse era nosso objetivo maior nessas cinco primeiras semanas. Hoje entramos para ganhar a partida, mas cometemos alguns erros em momentos decisivos. Fizemos uma boa campanha na fase de classificação e agora vamos ter uma semana para nos prepararmos para Fase Final. Serão jogos difíceis, mas estamos confiantes”, disse Roberta.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise do desempenho do Brasil nas cinco primeiras semanas da competição.

“Jogamos contra as melhores seleções do mundo e tivemos a oportunidade de ver várias jogadoras em ação. Isso foi muito positivo. Também acompanhamos de perto a recuperação física de algumas das nossas jogadoras. Essa fase classificatória foi uma grande experiência para todos nós. O saldo dessa primeira fase foi bastante positivo. Agora, vamos fazer a aclimatação no Japão para depois irmos para China”, explicou José Roberto Guimarães.

O JOGO

A partida começou equilibrada. O Brasil foi para o primeiro tempo técnico vencendo por 8/7. A Itália cresceu de produção e empatou a parcial (11/11). Bem no bloqueio, as brasileiras abriram dois pontos (13/11). O time verde e amarelo segurou a vantagem no segundo tempo técnico (16/14). A Itália fez três pontos seguidos e virou o marcador (17/16). Quando as italianas fizeram 19/18 o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. O Brasil cresceu de produção e empatou a parcial (21/21). O Brasil foi melhor na parte final da parcial e venceu o primeiro set por 25/22.

O Brasil começou melhor no início do segundo set e fez 5/2. O time verde e amarelo seguiu ditando o ritmo da parcial e foi para o primeiro tempo técnico com dois de vantagem (8/6). Com volume de jogo, as brasileiras aumentaram a vantagem no placar para quatro pontos (10/6). Bem no saque, as italianas encostaram no marcador (11/10) e o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Com Egonu em quadra, as italianas passaram a ditar o ritmo da parcial e abriram seis pontos (21/15). As donas da casa foram melhores até o final e venceram o segundo set por 25/20.

O Brasil voltou melhor para o terceiro set e fez 6/3. Com Monique bem no saque e Rosamaria no ataque, as brasileiras abriram cinco pontos (8/3). Quando as brasileiras fizeram 11/3, o treinador italiano voltou a parar o jogo. A Itália encostou no placar e foi a vez do técnico José Roberto Guimarães pedir tempo (14/9). A paralisação fez bem as brasileiras que foram para o segundo tempo técnico vencendo por 16/11. O Brasil dominou a terceira parcial até o final e venceu o terceiro set por 25/17.

A Itália começou melhor o quatro set e fez 6/2. As donas da casa seguraram a vantagem na primeira parada técnica da parcial (8/4). Se aproveitando dos erros das brasileiras, a Itália abriu oito pontos (12/4). A Itália segurou uma reação do Brasil e foi para o segundo tempo técnico com cinco de vantagem (16/11). Quando as donas da casa fizeram 18/13, o treinador José Roberto Guimarães voltou a parar o jogo. As italianas foram melhores até o final e venceram o set por 25/19.

O Brasil começou melhor o quinto set e fez 3/1. A Itália empatou a parcial (3/3). As italianas abriram três pontos (10/7) e o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. A paralisação fez bem as brasileiras que empataram a parcial. A Itália foi melhor nos momentos decisivos do tie-break e fechou o set por 15/12 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES:

Brasil: Roberta, Monique, Gabi, Amanda, Adenízia e Bia. Líbero – Suelen
Entraram – Macris, Rosamaria, Mara, Carol
Técnico – José Roberto Guimarães

Itália: Malinov, Ortolani, Bosetti, MIngardi, Danesi e Chirichella. Líbero – De Gennaro
Entraram – Egonu, Beatrice, Cambi
Técnico – Davide Mazzanti

LIGA DAS NAÇÕES FEMININA

1ª semana:
Barueri (SP)
15.05 – Brasil 1 x 3 Alemanha (25/15, 22/25, 18/25 e 20/25)
16.05 – Brasil 3 x 1 Japão (22/25, 25/18, 25/23 e 25/11)
17.05 – Brasil 3 x 1 Sérvia (23/25, 25/22, 25/14 e 25/21)

2ª semana:
Ancara (Turquia)
22.05 – Brasil 3 x 1 Turquia (25/17, 25/19, 23/25 e 25/21)
23.05 – Brasil 3 x 0 Argentina (25/9, 25/21 e 25/14)
24.05 – Brasil 3x 0 República Dominicana (25/20, 25/10 e 25/13)

3ª semana:
Apeldoorn (Holanda)
29.05 – Brasil 3 x 1 Coréia do Sul (25/11, 25/14, 31/33 e 25/20)
30.05 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/20, 25/20 e 25/23)
31.05 – Brasil 3 x 1 Holanda (25/23, 26/24, 13/25 e 25/22)

4ª semana:
Jiangmen (China)
05.06 – Brasil 3 x 2 China (19/25, 25/23, 27/25, 10/25 e 16/14)
06.06 – Brasil 1 x 3 Estados Unidos (23/25, 28/26, 21/25 e 18/25)
07.06 – Brasil 3 x 2 Rússia (15/25, 25/21, 25/20, 19/25 e 17/15)

5ª semana:
Eboli (Itália)
12.06 – Brasil 3 x 1 Bélgica (25/15, 25/14, 21/25 e 25/23)
13.06 – Brasil 3 x 1 Tailândia (25/16, 25/22, 18/25 e 25/13)
14.06 – Brasil 2 x 3 Itália (25/22, 20/25, 25/17, 19/25 e 12/15)
Com site da CBV

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm