Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Vendas de motocicletas registram queda de 28,5% este ano

O setor de duas rodas vai fechar o ano com retração em relação a 2015, com queda de 28,5% nas vendas no atacado de motocicletas e similares. O número divulgado nesta terça (13) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e similares (Abraciclo) corresponde ao acumulado de janeiro a novembro de 2016. Nos nove meses foram comercializadas 801.563 unidades ante 1.120.680 no mesmo período de 2015. “Um fator positivo a se comemorar é o volume de vendas de motocicletas no modelo scooter, com pequeno crescimento em relação a 2015 e nos últimos três anos”, destacou o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O recuo na produção também foi registrado no comparativo entre os meses de outubro e novembro. Foi registrada queda de 1,7%, ou seja, no penúltimo mês saíram das fábricas 70.320 motocicletas ante 71.220 em outubro. No acumulado do ano também houve retração, foi registrada uma queda de 29,5% na produção.

Já no varejo houve um crescimento de 10,5% em novembro com relação a outubro. O número de emplacamentos de motocicletas novas, de acordo com levantamento do Registro Nacional de Veículos Automotores atingiu 69.122 unidades, ante 62.554 em outubro. Já no acumulado de janeiro a novembro houve queda de 26,7% em relação a 2015.

A entidade prevê estabilidade nos negócios em 2017, com crescimentos na produção de 2,2% e 66,1% nas exportações. “A projeção para o ano que vem tem números bem similares a 2016, esperamos uma estabilidade com ligeira crescimento”, acredita o presidente da Abraciclo.

Em relação à margem de lucro nas negociações dos veículos de duas rodas, o presidente ressaltou que está difícil ser mantida. “A cada ano é fica mais estrito gerar lucro suficiente, assim como para fazer os investimentos necessários para a indústria produzir novos modelos”, lamentou.

Quanto às vendas no atacado e no varejo para o próximo ano, os números devem ficar semelhantes à 2016, com ligeiro recuo de 1,1% no comércio varejista de motos – espera-se vender 890 mil unidades ante as 900 mil negociadas em 2016. Nas vendas por atacado, a Abraciclo projeta uma queda de 4,1%, isto é, a perspectiva é que as fábricas negociem 825 mil unidades, menos 35 mil do que 2016.

Produção de bicicletas
Apesar da retração de 9,7% nas vendas de bicicletas no atacado em 2016, a Abraciclo tem expectativas positivas para o aumento da produção e espera um crescimento de 18,1%, totalizando 797 mil unidades, ante 674.597 fabricadas este ano. Na comparação com novembro de 2015, o setor cresceu 24%. Em igual período de 2016, o setor produziu 68.850 unidades, ante 55.515 produzidas ano passado. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm