Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Ima repassa ao Acre nova tecnologia para o controle de agrotóxicos na lavoura e no comércio

Foto: Divulgação/IMA

O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) repassou para o Governo do Acre novas tecnologias de dois sistemas desenvolvidos pelo instituto. Com isso, o estado do Norte do país já deu início ao processo de implantação do Sistema de Controle de Comércio de Agrotóxicos (Sicca) e do Sistema de Gestão de Estabelecimentos Comerciais (Siges), ambos criados pela área de Informática da Gerência de Logística e Manutenção do IMA.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O Sicca é um sistema que permite ao IMA conhecer o volume do estoque de produtos existentes nos estabelecimentos que comercializam agrotóxicos. Já o Siges faz o cadastro dos estabelecimentos que comercializam produtos fiscalizados pelo instituto, como sementes e mudas, produtos veterinários e propriedades certificadas.

Na prática, os dois sistemas facilitam o trabalho nas ações de fiscalização tanto no comércio como nas propriedades rurais. Isto porque permite o cruzamento das informações dos produtos vendidos com aqueles que estão sendo utilizados pelos produtores nas lavouras.

Comércio seguro
De acordo com o analista de sistemas do IMA e criador do Siges, Tiago Silva, o sistema foi desenvolvido para acompanhar as vendas realizadas pelos estabelecimentos comerciais e a emissão de seus respectivos certificados, que são os documentos de autorização para determinado local vender produtos fiscalizados pelos órgãos de defesa agropecuária.

Assim, o sistema fornece informações de forma ágil e segura, a fim de permitir mais transparência para o estado e para o consumidor em relação ao comércio de produtos agrícolas e veterinários que são fiscalizados.

“Antes da criação do sistema digital, enfrentávamos muitas dificuldades, como a atualização de dados das lojas de revenda em disquetes nos quais as informações se perdiam e não havia padronização. Nem sequer tínhamos informações seguras dos históricos dos estabelecimentos fiscalizados ou autuados, o que dificultava o trabalho do fiscal agropecuário”, lembra o analista.

Uso correto
O analista de sistemas do IMA, Bruno Câmara, foi o responsável pela criação do Sicca. Ele explica que o sistema faz todo o mapeamento do uso de agrotóxicos em todo o estado.

“Cada agrotóxico tem uma classe toxicológica e o mapeamento tem a função de controlar as classes certas para as determinadas culturas, preservando o meio ambiente”, explica.

O Sicca permite que os dados da rota comercial do agrotóxico do comércio ao campo sejam rastreados. Permite verificar, também, se o produtor rural está comprando o item correto para sua lavoura.

“O Sicca melhorou muito a rotina do fiscal agropecuário na medida em que ele não precisa mais se locomover até os estabelecimentos para consultar a movimentação dos produtos agrotóxicos, tendo total controle dos estoques por meio da plataforma digital. Ou seja, com o sistema é possível identificar com mais precisão a gestão de vendas desses estabelecimentos e as compras realizadas pelos produtores, possibilitando identificar possíveis infrações”, argumenta Câmara.

Homenagem
A cessão dos dois softwares rendeu ao IMA uma homenagem do Governo do Acre pela colaboração técnica e logística para o desenvolvimento de atividades de defesa agropecuária.

O governador do Acre, Tião Viana, e o diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf/AC), Ronaldo Sobrinho, parabenizaram o IMA pelo trabalho e concederam placa de reconhecimento e colaboração pelas atividades desenvolvidas em prol da defesa agropecuária brasileira.

A homenagem aconteceu no final de julho, durante a realização do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa).

O diretor-geral do IMA, Marcílio de Sousa Magalhães, acredita que o reconhecimento do Governo do Acre reafirma o IMA como órgão de referência nacional no âmbito da defesa agropecuária. “Esse reconhecimento também mostra que as novas tecnologias estão contribuindo, cada vez mais, para o bom desempenho das atividades relacionadas ao agronegócio”, diz.

Referência
Os sistemas desenvolvidos pelo IMA foram apresentados no Encontro de Fiscalização e Seminário sobre Agrotóxicos (Enfisa) em 2014, quando diversos órgãos de defesa agropecuária do país se interessaram por implantar os softwares.

Este ano, o IMA deu início à implantação no Acre, o primeiro estado contemplado com as novas tecnologias. Os sistemas já são referência de qualidade na área e a expectativa é que os softwares criados pelo IMA sejam adotados por outros órgãos de defesa agropecuária do país. Com Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm