Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Os 20 candidatos ao Brasileirão 2016

brasileirao
O Brasileirão vai começar! Na tarde deste sábado (14), Flamengo e Sport Recife rolam a bola para a primeira partida da Série A do Campeonato Brasileiro de 2016. Neste ano, Botafogo, Santa Cruz, Vitória e América-MG voltam a integrar a elite do futebol brasileiro. Os clubes foram os quatro primeiros da Série B em 2015. Eles ocupam as vagas deixadas por Vasco, Avaí, Goiás e Joinville, que acabaram o último Brasileirão na zona de rebaixamento e disputarão a Série B este ano. A competição, que tem o Corinthians como o atual campeão, reserva muitas emoções para as suas 38 rodadas. Saiba mais sobre os 20 times que postulam o título do Brasileirão em 2016:

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

AMÉRICA-MG

O Coelho está de volta à Série A! Depois de quatro anos longe do Brasileirão, o América-MG retorna à elite do futebol brasileiro, e tem muitos motivos para comemorar. O Mecão começa o campeonato motivado pelo seu 16º título estadual, conquistado com vitórias sobre o Cruzeiro e o Atlético-MG, grandes adversários regionais.

Time-base: João Ricardo; Artur, Alison, Sueliton e Jonas; Leandro Guerreiro, Claudinei, Danilo Barcelos e Osman; Rafael Bastos e Victor Rangel
Técnico: Givanildo
Temporada 2015: 4º lugar da Série B
Último Brasileirão: 2011 (19º)

ATLÉTICO-MG

Vice-campeão em 2015, o Atlético-MG segue em sua busca pelo segundo título brasileiro na história do clube. Após bater na trave no ano passado, o Galo trocou de técnico e reforçou o elenco com jogadores como Robinho e Clayton. Não à toa, o Alvinegro tem mostrado força na temporada. Chegou à final do Estadual e começa o Brasileiro em meio à disputa das quartas de final da Copa Libertadores da América.

Time-base: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Frickson Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Junior Urso e Patric; Robinho e Lucas Pratto
Técnico: Diego Aguirre
Temporada 2015: 2º lugar da Série A

ATLÉTICO-PR

Depois de um começo ruim de temporada, o Furacão ganhou uma injeção de ânimo uma semana antes do Brasileirão. Com duas vitórias categóricas sobre o Coritiba na final do Estadual, o Atlético Paranaense renovou suas esperanças para a disputa do Brasileiro. Após a chegada do técnico Paulo Autuori, até o atacante Walter encerrou o longo jejum de gols que o incomodava, marcando na decisão contra o Coritiba.

Time-base: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Jadson, Nikão e Pablo; Walter e Ewandro
Técnico: Paulo Autuori
Temporada 2015: 10º lugar da Série A

BOTAFOGO

A Estrela Solitária voltará a brilhar no Brasileirão. Atual campeão da Série B, o Botafogo retorna à Série A depois de um ano longe da principal competição do futebol brasileiro. O Fogão manteve o técnico Ricardo Gomes e acredita na força de seu elenco para fazer uma boa competição. No Campeonato Carioca, o Bota ficou com o vice-campeonato, após perder para o Vasco na grande final.

Time-base: Jefferson; Luís Ricardo, Joel Carli, Emerson e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Gegê e Leandrinho; Salgueiro e Ribamar
Técnico: Ricardo Gomes
Temporada 2015: 1º lugar da Série B
Último Brasileirão: 2014 (19º)

CHAPECOENSE

A Chapecoense é mais uma das equipes que comemoraram um título uma semana antes do início do Brasileirão. Em um confronto equilibrado diante do Joinville, a Chape conquistou o seu quinto título estadual em 43 anos de história. Entre os comandados do técnico Guto Ferreira, destacou-se o atacante Bruno Rangel, que se tornou o maior artilheiro da história do clube.

Time-base: Danilo; Giménez, Rafael Lima, Thiego e Dener; Josimar, Gil, Cleber Santana e Ananias; Lucas Gomes e Kempes
Técnico: Guto Ferreira
Temporada 2015: 14º lugar da Série A

CORINTHIANS

Grande vencedor da última edição do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tentará defender o seu título da Série A em 2016. Eliminado da Copa Libertadores América e do Paulista antes da final, o Timão tem no nacional a chance de se recuperar na temporada. Após perder algumas das principais peças do título brasileiro de 2015, os comandados do técnico Tite terão uma dura missão pela frente.

Time-base: Cássio; Fagner, Felipe, Valbuena e Uendel; Bruno Henrique, Giovanni Augusto, Elias e Rodriguinho; Lucca e André
Técnico: Tite
Temporada 2015: 1º lugar da Série A

CORITIBA

Depois de perder o título paranaense para o seu maior rival, o Coritiba busca sua recuperação na temporada no Brasileirão. Campeão da competição em 1985, o Coxa lutou pela permanência na Série A até as últimas rodadas em no ano passado e quer um campeonato melhor dessa vez. Sob a tutela de Gilson Kleina, o Coritiba manteve boa parte do elenco, como o atacante Kleber e o lateral Juan, para a disputa do nacional.

Time-base: Elisson; Reginaldo, Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; Alan Santos, João Paulo, Ruy e Negueba; Kléber e Leandro
Técnico: Gilson Kleina
Temporada 2015: 15º da Série A

CRUZEIRO

Bicampeão brasileiro entre 2013 e 2014, o Cruzeiro teve um campeonato mais modesto no ano passado. Após perder o treinador Mano Menezes, responsável por uma arrancada no returno do Brasileirão de 2015, a temporada não começou tão boa para a Raposa. O clube foi eliminado precocemente no Estadual e acabou demitindo o técnico Deivid. Sem substituto definido, o Cruzeiro quer voltar a brigar entre os primeiros times do Brasileirão.

Time-base: Fábio; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Sanchez Miño; Lucas Romero, Matias Pisano, Henrique e De Arrascaeta; Willian e Allano
Técnico: Geraldo Delamore
Temporada 2015: 8º da Série A

FIGUEIRENSE

Depois de escapar do rebaixamento nas últimas rodadas de 2015, o Figueirense quer correr menos riscos na atual temporada. Apesar de perder dois de seus maiores destaques, o goleiro Alex Muralha e o atacante Clayton, o Figueira se reforçou com jogadores como o meia Elicarlos e o experiente centroavante Rafael Moura. Eliminado na fase de grupos do Estadual, o Figueirense tem no Brasileirão a sua chance de recuperação na temporada.

Time-base: Junior Oliveira; Jefferson, Jaime, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jocinei, Ferrugem e Bady; Ermel e Rafael Moura
Técnico: Vinicius Eutrópio
Temporada 2015: 16º da Série A

FLAMENGO

As expectativas da torcida rubro-negra nunca são baixas quando o Flamengo inicia uma campanha no Brasileirão. Longe das primeiras posições há algumas temporadas, o Fla confia na capacidade do técnico Muricy Ramalho, tetracampeão brasileiro, para voltar a figurar no topo da tabela. Sob o comando de Muricy, o Fla passou por uma mudança grande no elenco, com a chegada de reforços para o time titular, como os meias Willian Arão e Federico Mancuello e o lateral direito Rodinei.

Time-base: Paulo Victor; Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Gustavo Cuellar, Willian Arão e Federico Mancuello; Emerson Sheik, Marcelo Cirino e Paolo Guerrero
Técnico: Muricy Ramalho
Temporada 2015: 12º da Série A

FLUMINENSE

O início de 2016 foi um tanto conturbado para o Fluminense, que se encontrou depois da chegada do técnico Levir Culpi. Vice-campeão com o Atlético-MG em 2015, o treinador tem a missão de voltar a fazer o Flu brigar entre as primeiras posições do Brasileirão. No elenco, Levir terá a ajuda de jogadores consagrados como o goleiro Diego Cavalieri e o atacante Fred, além de jovens como o meia Gustavo Scarpa.

Time-base: Diego Cavalieri; Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero, Gustavo Scarpa e Gerson; Osvaldo e Fred
Técnico: Levir Culpi
Temporada 2015: 13º da Série A

GRÊMIO

Eliminado na Copa Libertadores da América, o Tricolor Gaúcho tem a chance, no Brasileirão, de encerrar um longo jejum. O Grêmio não conquista um título de elite nacional há 15 anos (desde a Copa do Brasil de 2001). Comandado pelo jovem técnico Roger Machado, o elenco do Tricolor já provou seu valor no campeonato passado, quando terminou o Brasileirão na terceira colocação, com a segunda melhor defesa da competição.

Time-base: Marcelo Grohe; Ramiro, Pedro Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Giuliano e Douglas; Luan e Miller Bolaños
Técnico: Roger Machado
Temporada 2015: 3º da Série A

INTERNACIONAL

Hexacampeão gaúcho, o Internacional vive um momento diferente do que viveu nos últimos anos. O clube perdeu o meia D’Alessandro, no começo da temporada, e aposta em um grupo com mais jovens e menos medalhões. A equipe comandada pelo técnico Argel Fucks tem como referências no ataque jogadores como Eduardo Sasha e Vitinho. Para o Brasileirão, o Inter passará por mudanças no gol. Negociado com o futebol europeu, o goleiro Alisson deixará o clube após a disputa da Copa América. Para o lugar dele, o Colorado já contratou o goleiro Danilo Fernandes, que estava no Sport Recife.

Time-base: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anderson e Andrigo; Vitinho e Eduardo Sasha
Técnico: Argel Fucks
Temporada 2015: 5º da Série A

PALMEIRAS

O Palmeiras é o atual campeão da Copa do Brasil. Mas isso não garantiu um começo de ano tranquilo ao clube. Eliminado na Copa Libertadores da América e no Campeonato Paulista, o Palmeiras trocou de treinador e ainda quer se acertar sob o comando de Cuca. O técnico busca seu primeiro título brasileiro, uma taça que o Palmeiras não conquista desde 1994.

Time-base: Fernando Prass; Tchê Tchê, Victor Hugo, Thiago Martins e Egídio; Mateus Sales, Jean, Cleiton Xavier e Roger Guedes; Gabriel Jesus e Lucas Barrios
Técnico: Cuca
Temporada 2015: 9º da Série A

PONTE PRETA

A Macaca retornou à Série A em 2015, e já pôde mostrar sua força. Com uma campanha sólida, a Ponte Preta terminou a competição no meio da tabela, e agora quer chegar ainda mais longe. Reforçado por atletas como o lateral Reinaldo e o atacante Wellington Paulista, o elenco da Ponte é comandado pelo técnico Eduardo Baptista, que assumiu a equipe ao longo da atual temporada.

Time-base: João Carlos; Jeferson, Douglas Grolli, Kadu e Reinaldo; Elton, Matheus Jesus, Ravanelli e Felipe Azevedo; Rhayner e Wellington Paulista
Técnico: Eduardo Baptista
Temporada 2015: 11º da Série A

SANTA CRUZ

Foram dez longos anos, mas o Santa Cruz está de volta à Série A. E não poderia haver momento melhor para isso. Neste começo de ano, o Santa venceu o Campeonato Estadual e a Copa do Nordeste, classificando-se para a primeira competição internacional de sua história. Liderado pelo goleador Grafite, o Tricolor Coral quer apagar a impressão que deixou em sua última participação, em 2006, quando acabou rebaixado.

Time-base: Tiago Cardoso; Vitor, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Wellington, Uillian Correia e Lelê; Arthur, Keno e Grafite
Técnico: Milton Mendes
Temporada 2015: 2º da Série B
Último Brasileirão: 2006 (20º)

SANTOS

Dono de futebol ofensivo e com um trio de “selecionáveis” na frente, o Santos desponta como um dos melhores ataques do país. Lucas Lima, Ricardo Oliveira e Gabriel já foram convocados pelo técnico Dunga para compromissos da Seleção, e são alguns dos pilares da equipe santista. Mas não são só eles que se destacam no bicampeão paulista. Regido por Dorival Jr., o elenco do clube ainda tem os seguros Vanderlei e Victor Ferraz, além dos jovens Thiago Maia e Zeca.

Time-base: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Vitor Bueno e Lucas Lima; Gabriel e Ricardo Oliveira
Técnico: Dorival Júnior
Temporada 2015: 7º da Série A

SPORT RECIFE

Em 2015, o Sport Recife terminou o Brasileirão com sua campanha na história dos pontos corridos. Foram 59 pontos, e o Sport ficou na sexta colocação. Depois de um começo irregular de temporada, com eliminações na Copa do Nordeste e o vice-campeonato do Estadual, o Leão confia no técnico Oswaldo de Oliveira para manter o bom retrospecto no Brasileirão.

Time-base: Magrão; Samuel Xavier, Durval, Henriquez e Renê; Rithely, Gabriel Xavier, Diego Souza, Mark Gonzalez e Lenis; Vinicius Araújo
Técnico: Oswaldo de Oliveira
Temporada 2015: 6º da Série A

SÃO PAULO

Esse será o primeiro Brasileirão do São Paulo sem Rogério Ceni à frente de sua meta. Tentando reconstruir o seu time, o São Paulo acredita no técnico Edgardo Bauza para conduzir a equipe nessa era pós-Ceni. Com lideranças como o meia Paulo Henrique Ganso e o volante Rodrigo Caio, o São Paulo tenta conquistar seu primeiro título nacional desde 2008.

Time-base: Dênis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley e Paulo Henrique Ganso; Kelvin e Calleri
Técnico: Edgardo Bauza
Temporada 2015: 4º da Série A

VITÓRIA

Durou pouco a passagem do Vitória pela Série B do Campeonato Brasileiro. Bastou um ano para que o Leão Baiano retornasse à Série A. E o Rubro-Negro abriu o ano bem, com o título estadual sobre o seu maior rival, o Bahia. No comando técnico da equipe, Vagner Mancini, que foi o treinador do Vitória no Brasileirão de 2013, quando o Rubro-Negro terminou na quinta posição.

Time-base: Caíque; José Wellison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Willian Farias, Leandro Domingues e Vander; Marinho e Kieza
Técnico: Vagner Mancini
Temporada 2015: 3º da Série B
Último Brasileirão: 2014 (17º)
Com site da CBF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm