Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Eduardo Barbosa diz que desafio é normatizar educação ao longo da vida a partir de experiências efetivas

Divulgação

O deputado federal Eduardo Barbosa falou aos membros da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CNE) sobre a Lei nº 13.632, de 6 de março de 2018, que garante o direito à educação e à aprendizagem ao longo da vida. O Projeto de Lei 5374/2016, de autoria do deputado federal Eduardo Barbosa, deu origem à lei sancionada.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“Meu projeto incorporou a concepção de educação ao longo da vida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, atribuindo à educação de jovens e adultos (EJA) e também à educação especial a competência de ofertar também esse tipo de atendimento educacional. O objetivo é imprimir esse novo princípio, inclusive de reconhecimento de saberes e que, a partir de então, a pessoa possa ter projetos de vida baseados em talentos”, explicou Eduardo Barbosa aos conselheiros na quinta-feira (12).

Segundo o deputado, o desafio agora é a normatização da educação ao longo da vida a partir de experiências efetivas, e não o inverso. O deputado afirmou que a Federação das Apaes do Estado de Minas Gerais elaborou um projeto piloto que está sendo desenvolvido por três Apaes mineiras que aderiam a essa proposta. “Vamos apresentar essa proposta ao Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais no próximo mês para tentar conseguir o reconhecimento de projeto experimental”, afirmou.

A Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação, Ivana de Siqueira, também participou da reunião e afirmou que é uma grande ousadia da educação poder alcançar o público da educação especial e da educação de jovens e adultos. “É um momento importante para nós sairmos dessas ‘caixinhas rígidas’ e inovar na educação. Os projetos experimentais serão oportunos para fazer um acompanhamento e ver de que forma podemos alcançar, por meio da educação ao longo da vida, as 65 milhões de pessoas acima de 15 anos de idade que não completaram a educação básica no nosso país”, ressaltou.

A proposta foi muito bem aceita por todos os conselheiros, que irão conhecer o projeto piloto apresentado pelo deputado. Os conselheiros sugeriram ao deputado Eduardo Barbosa apresentar o conceito de educação ao longo da vida na reunião do Fórum Nacional de Educação (FNE).

O CNE tem por missão a busca democrática de alternativas e mecanismos institucionais que possibilitem, no âmbito de sua esfera de competência, assegurar a participação da sociedade no desenvolvimento, aprimoramento e consolidação da educação nacional de qualidade. Compete ao Conselho e às Câmaras exercerem as atribuições conferidas pela Lei 9.131/95, emitindo pareceres e decidindo privativa e autonomamente sobre os assuntos que lhe são pertinentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm