Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Unidade orçamentária para Fundo de Investimentos do Rio é aprovada

Divulgação Alerj

O Fundo Estadual de Investimentos e Ações de Segurança Pública e Desenvolvimento Social (Fised), criado no fim do ano passado pelo governo fluminense, vai ter uma unidade orçamentária para gestão dos próprios recursos. A medida foi aprovada na terça (10) pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Agora, a proposta seguirá para o governador Luiz Fernando Pezão que tem até 15 dias úteis para sancionar ou vetar o texto.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A criação da unidade orçamentária vai permitir a regulamentação do Fised, que será composto com 5% da arrecadação de royalties e participações especiais de origem no petróleo de áreas do pré-sal. Incluído na estrutura da Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), o fundo vai assegurar mais recursos para as ações de combate à violência. O percentual definido para o Fised é parte dos 10% dos recursos provenientes do pré-sal atualmente aplicados no Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (Fecam), que permanecerá recebendo 5% de todos os royalties arrecadados no estado do Rio, incluindo pós e pré-sal.

Doações
O Fised também poderá receber doações de entidades públicas e privadas. Esses recursos serão destinados à implementação de medidas como o reaparelhamento dos órgãos de segurança, o pagamento do sistema de metas das polícias e de turnos adicionais dos agentes e, ainda, o treinamento de policiais. O dinheiro, contudo, não poderá ser usado para o pagamento de salários.

Está prevista, também, a aplicação de 25% dos recursos totais destinados ao Fised em atividades de desenvolvimento social nas comunidades do Rio. Os valores destinados à área social serão executados pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social.

Os atos administrativos do governo seguirão o que determinam o Plano Plurianual 2016-2019, incluindo suas revisões, e a Lei Orçamentária Anual. O executivo tem o prazo de 30 dias para encaminhar à Alerj os projetos e as atividades que serão realizadas com os recursos do fundo.

De acordo com a Assembleia Legislativa do Rio, a previsão do governo estadual indica que somente da exploração do petróleo sejam destinados R$ 250 milhões ao Fised em 2018. Conforme a proposta aprovada, o Executivo fluminense pode realizar a abertura de crédito adicional especial para aumentar os recursos do fundo, mas qualquer mudança neste sentido terá que ser autorizada pela Alerj.

Para o líder do governo na Casa, deputado Gustavo Tutuca (MDB), a expectativa é ampliar as ações na área de segurança. “Foi aberta uma unidade orçamentária para que os recursos destinados ao Fised sejam realmente aplicados. Esperamos dar um grande fôlego à área de segurança e também à área social, que caminham juntas”, disse.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para a criação do Fised e o Projeto de Lei Complementar (PLC) que criou o Fundo, já tinham sido aprovados pelos deputados em dezembro do ano passado. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm