Banner Águas de Pará de Minas   Banner Fapam

Governo de Minas concede mais transparência às consultas públicas

A Secretaria de Casa Civil e Relações Institucionais (Seccri) publicou, no Diário Oficial do Estado, resolução que estabelece novas normas que agregam mais transparência às consultas públicas. A partir de agora, os órgãos da administração pública estadual passam a ter o compromisso de, ao final de cada consulta publica, emitir relatórios sobre as opiniões recebidas bem como de disponibilizar a versão final do documento.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“As pessoas dão sua opinião, acompanham e querem ter um retorno daquilo que foi feito. É uma resposta ao cidadão, que participou e questionou, e uma satisfação à sociedade”, destaca a chefe do Núcleo de Pesquisa Legislativa e Consulta Pública da Seccri, Rosângela França Reis Sette.

O novo Sistema de Consulta Pública está disponível no endereço eletrônico www.casacivil.mg.gov.br/sistemas/consultapublica, onde podem ser consultados os processos em andamento e os encerrados. Os relatórios básicos relativos às consultas públicas encerradas permanecerão disponíveis para visualização pelo prazo de cinco anos.

Mais simples e ágil que a versão anterior, o novo sistema permite à administração pública estadual viabilizar a participação dos mineiros na elaboração de atos normativos que envolvam assuntos de interesse geral. “Ele otimiza o processo ao simplificar a abertura de consultas publicas por parte dos órgãos do Estado. O que antes era um grande entrave para a formalização se tornou um processo mais simples, ágil e prático”, esclarece Rosângela Sette.

Ampla participação
Qualquer cidadão pode opinar sobre os temas abertos à consulta pública. É possibilitado aos interessados comentar e fazer propostas de inclusão, alteração e exclusão de texto na minuta. A participação deve atender a alguns requisitos, como: ser clara, concisa, objetiva, organizada e fundamentada, além de não conter conteúdo ofensivo de qualquer espécie.

Caberá ao órgão ou entidade responsável pela consulta analisar as contribuições. O relatório conclusivo vai trazer a análise das justificativas das participações recebidas e da viabilidade do seu aproveitamento.

A participação por meio eletrônico exige cadastro prévio, aceitação dos termos de uso e preenchimento de formulário eletrônico. Também vão ser aceitas, quando for previsto no Aviso de Abertura, as opiniões enviadas via postal, pelo período de até 30 dias. Com Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm