Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Chapeuzinho adora limpeza

chpzlmpz

Por Flávio Marcus da Silva

Uma vez por ano, Chapeuzinho Vermelho oferecia aos confeiteiros da sua fábrica, a Doces da Vovó, um curso de capacitação ministrado por doceiros renomados, vindos de lugares distantes, como a Terra do Nunca, a Cidade das Esmeraldas e o Reino das Águas Claras. No curso do ano passado, porém, Chapeuzinho trouxe um consultor da região mesmo, com o objetivo de convencer de vez seus confeiteiros a aderirem ao programa de padronização que vinha sendo utilizado pela maioria das fábricas de doces do reino, permitindo maior rapidez na produção e um aumento considerável dos lucros.

João Bola era um dos confeiteiros mais criativos de Chapeuzinho. Trabalhava na fábrica desde os tempos da Vovó e amava o que fazia. Porém, andava deprimido devido às mudanças implantadas por Chapeuzinho, que padronizava receitas, impunha a utilização de ingredientes artificiais, demitia funcionários rebeldes, mas brilhantes… A adesão de todos era essencial, segundo Chapeuzinho, por isso, frequentemente, ela realizava verdadeiras operações de limpeza, isolando ou eliminando completamente elementos de oposição, para deixar a equipe bem afinada com o novo programa. Para ela, o que importava eram os resultados, ou seja, lucros cada vez maiores.

Ano passado, no dia do curso, João Bola pediu a palavra e criticou a forma como o Departamento de Marketing estava mostrando a torta mais famosa da fábrica, a Torta Azul do Bosque das Sombras, que vinha sendo apresentada nos comerciais como se a deliciosa frutinha azul das sombras fosse seu ingrediente principal, só que não era. Chapeuzinho tinha obrigado João Bola a substituir as frutinhas por corante azul e flavorizantes artificiais, por serem ingredientes mais baratos e fáceis de encontrar. No entanto, o preço da torta continuava o mesmo, e as propagandas enganavam os consumidores, dizendo que a frutinha era o ingrediente básico da receita.

João Bola não estava bem. Gastava metade do seu salário com remédios para depressão e transtornos de ansiedade, por causa do assédio moral que sofria na fábrica, e ao ouvir do consultor que novas receitas seriam alteradas para se adequarem ao mercado, ele surtou. Levantou-se num salto e, aos prantos, disse que era contra, que amava a Doces da Vovó e não queria que ela se transformasse em apenas mais uma fábrica de doces, como as muitas que havia no reino, e que a criatividade de seus confeiteiros fosse reduzida a simples gráficos e tabelas.

Chapeuzinho ouviu tudo sem se alterar, com o sorriso doce e complacente que tinha aprendido com sua amiga Malévola nos lábios, balançando a cabeça como se aprovasse, mas, com a mão direita, escondida no bolso do seu casaquinho, já bipava seu fiel escudeiro, o Lobo Mau, que veio correndo ver o que queria sua patroa.

A decisão tomada por Chapeuzinho e comunicada ao Lobo naquela manhã foi a de que João Bola deveria ser transformado em sopa e servido como entrada no jantar dos confeiteiros à noite. Mais tarde o Lobo apareceu dizendo a Chapeuzinho que João Bola já estava no bosque sangrando como um porco, mas que só serviria para fazer sabão, que sua carne estava rançosa e muito gorda e, por isso, a sopa não prestaria. Chapeuzinho acabou concordando: João Bola virou sabão e por muito tempo foi utilizado na limpeza das cozinhas e outras dependências da fábrica. Ninguém ligou para o seu sumiço.

Um comentário

  1. marcio guimaraes barbosa

    Bom, creio que já identifiquei este cenário da trama, ou seja, onde habita este Chapeuzinho malvado e seu amigo lobo. O João Bola parece-me também identificável, mas… Corporativamente falando, este cenário é quase que o habitual em meio a uma sociedade que valoriza a individualidade, o egoísmo e o vale tudo para estar sempre bem posicionado “na fábrica”. Este “darwinismo social” a qualquer preço, muito antes de ser benéfico, como preconiza o management, corrói as instituições provocando uma autofagia pouco perceptível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm