Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Servidores da Educação em greve e cobram do governo de MG reajuste e fim do parcelamento de salários


Milhares de educadores da rede estadual de ensino aderiram ao movimento grevista deflagrado no dia 8 de março. A categoria reivindica o fim do parcelamento dos salários mensais, do 13º salário e o pagamento do reajuste anual e do piso salarial conforme previsto em lei.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O movimento é liderado pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-ute). No dia 4 de abril os servidores se reuniram na praça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte.

Ficou decidido que a paralisação continuará e um novo encontro está marcado para esta terça-feira, 10 de abril, a partir das 14 horas, na ALMG. O objetivo dos grevistas é chamar a atenção do governador Fernando Pimentel (PT).

De acordo com Leandro Augusto de Assis Fonseca, coordenador da subsede do Sind-ute em Pará de Minas, a greve está ganhando mais apoio a cada dia e o objetivo é pressionar o governo mineiro e garantir os direitos da classe:


Leandro Augusto de Assis Fonseca
greve2018leandrofonseca1

Na pauta de reivindicações estão os reajustes do piso salarial em 2018 e do ano passado, além do fim nos atrasos de pagamento dos salários. Todos os professores e demais servidores da educação estão convidados a apoiar:

Leandro Augusto de Assis Fonseca
greve2018leandrofonseca2

Na semana os servidores conseguiram a volta do atendimento por meio do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG) e a elaboração de uma lei assegurando o pagamento do reajuste anual de salários:

Leandro Augusto de Assis Fonseca
greve2018leandrofonseca3

De acordo com o Sind-ute, a Lei Estadual 21.710/15 garante o pagamento de vencimento básico, dos reajustes anuais do piso e estabeleceu uma política de pagamento e incorporações de abonos.

Além de não cumprir os reajustes salariais e os acordos assinados, o governo estadual também tomou a decisão de parcelar o 13º salário, adiou o ano escolar e mantém escalas de pagamento dos salários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm