Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Museu Mineiro recebe exposição sobre a cidade de Pitangui

pitangui
Em comemoração ao tricentenário de Pitangui, a Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa e do Arquivo Público Mineiro, promove, no Museu Mineiro, a exposição Pitanguy: 300 anos de história. A abertura da mostra será no dia 10 de abril, às 19h, na Sala de Exposições Temporárias do Museu. O acervo ficará disponível para visitação até o dia 10 de maio. A entrada é gratuita.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Em consonância com a diretriz de democratização do acesso à cultura, os textos explicativos que integram a exposição estarão disponíveis em braile. Também têm destaque na mostra os exemplares do menor jornal do mundo, “Vossa Senhoria”, que foi publicado em Pitangui entre 1952 e 1956. Publicações, livros, documentos e jornais constituem o acervo que remonta à história oficial e às peculiaridades desse município de Minas. Incrementando esse conteúdo, estará disponível para o público um totem para consulta do material que compõe a exposição.

O secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, destaca a “importância da Vila de Nossa Sra. da Piedade de Pitangui, na Capitania, Província e Estado”. Ele ressalta que Pitangui, a sétima vila criada em Minas Gerais, foi baluarte no avanço para o oeste do território minerador.

“Pitangui sinalizou a expansão e o fortalecimento do distrito do ouro, provocando a separação da capitania de Minas da capitania de São Paulo, em 1720. E em 1822, o vigário de Pitangui, padre Belchior Pinheiro de Oliveira, foi o principal conselheiro de Dom Pedro I na proclamação da independência do Brasil, que contou com o suporte decisivo de Joaquina do Pompeu, grande matriarca da região. Desde os primórdios, a cidade teve papel fundamental nos rumos da vida mineira, pelo que o seu tricentenário merece ser amplamente celebrado”, conta o secretário.

O superintendente de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário, Lucas Guimaraens, explica como foi organizada a mostra. “Os profissionais do Arquivo Público Mineiro e da Superintendência de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário se debruçaram sobre os seus acervos e fizeram uma minuciosa seleção de documentos oficiais, livros sobre Pitangui, e de autores pitanguenses, além de fotografias e mapas”, diz.

A Superintendência de Museus e Artes Visuais, por sua vez, elaborou a museografia e preparou o espaço para receber a exposição. O Superintendente salienta a união de esforços para a realização da mostra. “Foi muito satisfatório ver os três equipamentos contribuírem, cada um na sua especialidade, para celebrar estes 300 anos de história e cultura de Pitangui”, destaca.

Vila do ouro
Pitangui é a sétima vila do ouro do Estado de Minas Gerais, assim instituída em 1715. O vilarejo foi passagem de bandeirantes paulistas, chefiados por Bartolomeu Bueno da Siqueira, durante o ciclo do ouro. Em 1855, Pitangui adquire status de cidade. Atualmente, pertence à Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais e ao Circuito Verde – Trilha dos Bandeirantes.

Serviço:
Exposição Pitanguy: 300 anos de história
Local: Museu Mineiro – Avenida João Pinheiro 342, bairro Funcionários, Belo Horizonte
Abertura para convidados: 10 de abril, 19h
Período de visitação: 11 de abril a 10 de maio
Horário: Às terças, quartas e sextas-feiras, das 10h às 19h
Às quintas-feiras, das 12h às 21h
Aos sábados e domingos, das 12h às 19h
Entrada gratuita
Com Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm