Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Novamente a água?!

agua_copasa_torneira
Novamente a água?! O assunto da água, ou melhor, da falta dela, tem tomado meus dias e os de muita gente. Queremos solução e, por entender que duas cabeças pensando juntas pensam melhor… Acabamos por mergulhar neste poço fundo das conjecturas. No fundo mesmo sabemos que nada sabemos. Que há algo que não esta sendo dito, que, independente da nossa culpa pessoal no uso inadequado da água, e do seu gradativo esgotamento, existe alguma coisa turvando e impedindo a clareza dos fatos. O que será?!

A cidade está suja. As pessoas estão cansadas. Com frequência, escuto um número cada vez maior de gente dizendo que vai embora. Que a cidade não é mais a mesma… Tomada que está por pernilongos, poeira e drogas pelos quatro cantos inclusive no coração da cidade, na Praça Torquato e em outros cartões-postais, aos olhos de todos.  Roupa suja se lava em casa. A cidade é nossa, o problema é nosso, a solução é nossa. O que fazer?!

Terra de gente religiosa, pacata e feliz… Ouvi isto a vida inteira. (Já não sou menina.) Estamos mesmo é a um passo das cavernas. Experimente tirar do povo o básico: a água.  E não há nada errado em querer viver. Somos animais, racionais, mas animais… Melhor resolver logo.  E isto é sério. Na verdade, uma ameaça ronda a cidade. Estou exagerando?!

Fiquei sabendo que tem ruas quase inteiras com poços artesianos. Cada casa tem o seu… Quem pode, pode, quem não pode se sacode. Mas a sacudida mesmo vai acontecer se continuarmos enxugando o lençol freático… Estou errada?

Disseram-me: não está faltando água, falta mesmo é dinheiro. É. Afinal, quando a caixa de uns e outros fica vazia, eles compram um caminhão de água. Dá pra encher até a piscina. Mas, e os que não tem dinheiro?  Buscam nas latas pelas poucas minas que restam e precisam ser preservadas. É esta a solução?!

O que tem de gente tomando banho nos clubes… e os que não tem clubes?!

Em relação ao uso de água na limpeza do hospital, postos de saúde, pronto atendimento… por favor, gastem água! Não queremos mais problemas. Não podemos abrir mão da assepsia! Os médicos já alertaram quanto a isto. Estão atentos?!

Ah, o negócio é furar uma cisterna?! E quem garante a qualidade desta água?  A vasão é baixíssima… A solução é comprar mais uma caixa d’ água! É mesmo esta a solução?!

Falar sobre isto não é privilégio de biólogos, técnicos, políticos e adjacentes. Ora! Como escritora acabo registrando nossa história. Gostaria de documentar momentos melhores. Eu juro que esperava por eles. Estou surpresa que as coisas tenham tomado este rumo. Fiz a escolha errada?!

Por falar em escolhas… Não escolho sozinha. A cidade parece ter esquecido o que é melhor pra ela. Temos escolhido mal? Passamos tempo demais assistindo a briguinhas que só nos leva a separação, intrigas e problemas. Precisamos de solução.  Há os que estão com a caneta na mão… Quanto a nós, temos a nossa escolha. Qual a nossa escolha?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm