Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Com novas atribuições da Vice-Presidência, governo passa a ter 38 ministérios

ministerios
Com a saída do ministro Pepe Vargas da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência (SRI), e a transferência das atribuições da pasta à Vice-Presidência da República, a presidenta Dilma Rousseff passa a ter 38 ministros à sua disposição, um a menos. A mudança foi anunciada nesta noite pelo Palácio do Planalto, depois de um encontro de Dilma com presidentes e líderes de partidos da base aliada no Congresso.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook     Siga o Portal GRNEWS no twitter

Após ficar sabendo na segunda-feira (6), por meio da imprensa, das movimentações da presidenta para a substituição do comando da SRI, Pepe Vargas se reuniu com ela no início desta tarde, após uma cerimônia no Planalto. Dilma explicou ao então ministro a necessidade de fazer a troca, colocando um correligionário do PMDB no lugar do PT, partido da presidenta e de Pepe.

Até aquele momento, não havia uma demissão propriamente dita. Pepe, no entanto, já estava disposto a entregar o cargo. Ontem, o vice-presidente classificou de “cogitações” as conversas que vinham sendo feitas para que o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, assumisse o comando da articulação política. Temer disse também que o ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, também do PMDB, “certamente ocupará um ministério”.

De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, que concedeu entrevista a jornalistas após o encontro, não há outra decisão tomada no momento sobre mudança ministerial. “Há outros temas que serão, que continuam sendo discutidos e que poderão, em um futuro próximo, serem anunciados. O único anúncio que temos por hoje é esse”, declarou, perguntado se o nome de Henrique Alves havia sido citado na reunião.

Indagado se Pepe Vargas vai retornar ao seu mandato como deputado federal, o ministro disse não saber se ele pode assumir outro cargo. “Se a presidenta tiver outro anúncio a fazer, ela o fará. O deputado Pepe é um quadro muito experiente, que tanto pode servir ao governo em outra pasta quanto voltar e ter um mandato destacado na Câmara dos Deputados”.

Mercadante disse que estava no encontro do agora ex-ministro com a presidenta e afirmou que Pepe disse estar “pronto para o que for preciso”. Para o chefe da Casa Civil, o compromisso do deputado com o governo é “tão forte quanto as funções que ele já desempenhou no passado”.

“Pepe é um companheiro, um militante histórico, pessoa com larga experiência política e sabe de toda competência dele, seriedade e ética. Não é o que estamos discutindo. Estamos discutindo qual é a melhor solução neste momento para que o governo aprimore a interlocução com outros poderes, especialmente com o Legislativo, e que construa um perfil nessa articulação, que consiga agregar, unificar, fortalecer a base aliada”, disse.

Esta é a quarta troca ministerial promovida por Dilma no seu segundo mandato de governo, que começou no dia 1º de janeiro. Os ministros Mangabeira Unger, Edinho Silva e Renato Janine assumiram as pastas de Assuntos Estratégicos, Comunicação Social e Educação nos lugares de Marcelo Neri, Thomas Traumann e Cid Gomes, respectivamente. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm