Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Ministro afirma que tabela de fretes está fora do padrão e deve ser revista


O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, disse na quarta (6) que a tabela de frete para transporte de cargas por caminhões, publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) como parte do acordo para por fim à paralisação da categoria, está “fora de qualquer padrão”. Segundo ele, a agência buscará fazer uma readequação da tabela.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“Depois que saiu a primeira tabela, ao fazer as contas para ver o quanto ia custar, esse negócio ficou fora de qualquer padrão de controle subindo até duas vezes, duas vezes e meia um frete. Procuramos a ANTT para entender qual o critério em que foram feitas essas contas e eles chegaram à conclusão de que era preciso apurar mais isso”, disse após cerimônia de lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019, no Palácio do Planalto.

E completou: “A ANTT vai buscar fazer uma readequação dos valores. Ninguém está querendo fugir do acordo que o presidente [Michel Temer] fez. Agora, que ele seja justo para todos os lados”.

A tabela com os preços mínimos dos fretes cobrados por empresas de transporte rodoviário e caminhoneiros autônomos foi publicada na semana passada, no Diário Oficial da União.

O ministro Blairo Maggi exemplificou que um mesmo frete que antes da publicação da tabela custava R$ 5 mil, agora fica em torno de R$ 13 mil e R$ 14 mil. “Não há possibilidade de você ter um frete tão caro assim”, disse.

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins da Silva, também criticou a tabela da ANTT, após participar da cerimônia. Segundo ele, se a tabela não for revista, a CNA poderá ir à Justiça questionar a legitimidade da medida. “Se continuar assim, vai inviabilizar”, disse. “O bom senso não prevaleceu. O que é bom senso? É que seja bom para os dois lados. Não só para os caminhoneiros e ruim para o produtor”.

Martins disse ainda que os preços praticados com a atual tabela vão encarecer os produtos para os consumidores.

ANTT
Mais cedo, a ANTT informou que fará uma consulta pública para discutir com a sociedade os valores instituídos pela Política de Preços Mínimos de Transporte Rodoviário de Cargas. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm