Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Itaúna registra caso de Febre Amarela em mulher que não se vacinou

Prefeitura de Itaúna/Divulgação

A Secretaria de Estado de Saúde confirmou, após exame de sangue realizado pela Fundação Ezequiel Dias – Funed, a infecção por Febre Amarela em uma paciente de Itaúna. A vítima, uma mulher, não tem registro de vacinação, motivo pelo qual a Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância da imunização como forma eficaz de se proteger da doença. As equipes de epidemiologia e zoonoses intensificam as ações de controle e combate à proliferação do vírus nas áreas consideradas suspeitas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O caso é monitorado pela Secretaria de Saúde de Itaúna desde que foi notificado. A paciente recebeu o acompanhamento necessário e chegou a ficar internada no Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte. Ela recebeu alta, passa bem e tem o quadro estável.

A principal hipótese é de que a contaminação tenha ocorrido em área rural. A paciente possui sítio em Angicos, zona rural de Carmo do Cajuru, motivo pelo qual o Município vizinho já foi oficiado, para que também possa ampliar a mobilização na região.

Em Itaúna, a Secretaria de Saúde iniciou as estratégias de bloqueio, intensificando a vacinação com a abordagem domiciliar em dois bairros, fazendo a conferência dos cartões de vacina e aplicando doses. A paciente reside no Cidade Nova e trabalha em Santanense. “As ações nesses dois bairros consistem na vacinação de casa em casa, com os agentes de saúde percorrendo todos os imóveis e mobilizando as pessoas. A atuação também será em conjunto com a Zoonoses, que avalia as regiões de matas em busca de focos dos mosquitos que possam transmitir a doença. A estratégia é recomendada pela Regional de Saúde e a Prefeitura espera, a partir desta medida, ampliar ainda mais a cobertura vacinal, sobretudo das áreas que estão sob alerta a partir de agora”, explicou o secretário municipal de Saúde, Fernando Meira de Faria.

Apesar da preocupação, não há motivo para pânico. O gestor, que também é médico, tranquiliza a população, lembrando que até o momento não há registro de pessoas infectadas que tenham tomado a vacina pelo menos uma vez na vida. “É importante destacar que em todos os casos confirmados de Febre Amarela, pela Secretaria de Estado de Saúde, as vítimas não eram vacinadas, o que reforça ainda mais a importância da imunização”, completou Fernando Meira.

Vacinas em todas as unidades de saúde
Em Itaúna, todas as 22 unidades de saúde disponibilizam a vacina contra Febre Amarela. Em 2018, não houve registro de falta do imunobiológico para distribuição gratuita. Os postos de Estratégia de Saúde da Família – ESF, funcionam de segunda a sexta-feira, das 07h às 16 horas.

Dia D de imunização reforça mobilização
Na terça-feira, 06 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde ampliou o horário de atendimento nas unidades de saúde até as 20 horas. A iniciativa cumpriu o objetivo de imunizar principalmente os trabalhadores que não podem buscar pelo serviço no horário de expediente. Com a mobilização, foram vacinadas 790 pessoas, num só dia. Ao todo, 1356 tiveram o cartão de vacinação conferido ou passaram por atendimento médico.

O acompanhamento especializado é indicado para os maiores de 60 anos, gestantes e lactantes. Recém-nascidos, com idade inferior a nove meses, não podem receber a vacina. Neste caso, a recomendação é o uso de repelentes, desde que prescrito por pediatras.

Prefeitura fecha o cerco contra doença
As ações enfrentamento à Febre Amarela estão intensificadas no Município desde o alerta da Secretaria de Estado de Saúde para a região Centro-Oeste do Estado. A Prefeitura iniciou em janeiro a busca ativa de pessoas não imunizadas na zona rural, com visitas domiciliares e vacinação dos moradores sem registro. “As ações agora são concentradas na zona urbana. Desde semana passada todas as unidades tiveram momento de saúde do trabalhador para reforçar a cobertura vacinal, com ampliação no horário de atendimento, para imunizar quem não pode buscar pelos serviços durante o expediente”, explicou a secretária-adjunta de Saúde, Vanésia Bernardes. Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itaúna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm