Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Semana Mundial de Aleitamento Materno reforça importância da amamentação

Entre os dias 1º e 7 de agosto é celebrada, em cerca de 150 países, a Semana Mundial de Aleitamento Materno. Em 2017, a semana traz como tema “Trabalhar juntos para o bem comum”, que tem como objetivo retomar a importância do trabalho em conjunto e enaltecer a relevância da sustentabilidade para o desenvolvimento da sociedade.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno neste ano responsabiliza toda a sociedade pela proteção e conservação do meio ambiente, por meio do aleitamento materno. A responsabilidade não deve ser direcionada somente para a mulher que amamenta, pois é preciso priorizar o fortalecimento da ação conjunta entre sociedade civil, movimentos sociais, especialistas e todos que lutam pelos direitos sociais, reprodutivos e humanos.

“É essencial que existam políticas e programas bem estruturados, eficientes e adequadamente financiados e avaliados”, destaca a coordenadora de Atenção à Saúde da Mulher da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Ana Paula Mendes.

O leite materno é a alimentação ideal para as crianças e é considerado, devido sua composição de nutrientes, um alimento completo e suficiente para garantir o crescimento e desenvolvimento saudável do bebê durante os dois primeiros anos de vida ou mais.

“Dessa forma, o leite materno protege a criança contra doenças cardiovasculares na idade adulta, além de contribuir para o desenvolvimento cognitivo, conforme recomendação do Ministério da Saúde”, observa Ana Paula.

No entanto, é comum que algumas mulheres encontrem dificuldades durante o processo de amamentação, como o excesso de leite nas mamas, machucados nos mamilos e má descida do leite.

Lorena Cruz, 30 anos, é mãe do Matheus, de oito anos, e da Maria Flor, de sete meses. O primogênito nasceu por parto prematuro e com baixo peso e, por esse motivo, ficou internado por 20 dias.

“A primeira vez que o Matheus mamou em meu seio foi aos vinte dias de vida e, a partir daí, começou novamente a perder muito peso. Era meu primeiro filho, não tinha ninguém para me ajudar e tive que complementar a mamada com a fórmula”, conta Lorena.

Já com a segunda filha, hoje com sete meses, foi tudo diferente.

“Maria Flor nasceu após 38 semanas gestacionais e mama desde o dia seguinte ao parto. Como trabalho à tarde, ela toma uma mamadeira de leite artificial, mas com muita dificuldade. No restante do dia fica somente no peito”, destaca Lorena.

A mãe conta, ainda, o quão importante para a criança e também para si é o momento da amamentação.

“Minha filha nunca adoeceu, enquanto o Matheus estava sempre doentinho. Além disso, acredito que o vínculo mãe-criança fica muito mais forte”, afirma Lorena.

Doação de Leite Humano
Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano. Basta ser saudável e não fazer uso de medicamentos que possam interferir na amamentação e doação. Em 2016, em Minas Gerais, 43 mil mulheres foram atendidas pelos Bancos de Leite Humano, gerando cerca de 8 mil litros de leite que foram destinados a 5 mil bebês prematuros ou doentes.

Para doar, é necessário que a mulher procure um dos Bancos ou Postos de Coleta de Leite Humano do estado. Em Minas Gerais, o Banco de Leite Humano da Maternidade Odete Valadares, que faz parte da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) é referência e, atualmente, realiza cerca de 1.500 atendimentos e recebe doações de 260 a 300 litros de leite humano por mês.

A mulher que deseja fazer a doação de leite precisa realizar um pré-cadastro, que no caso de Belo Horizonte, é realizado pelo Banco de Leite Humano da Maternidade Odete Valadares, pelo telefone (31) 3298-6008. Posteriormente, a equipe do banco de leite irá até a residência da possível doadora para explicar como a coleta deve ser realizada. Nas demais localidades do estado, a mulher deve se informar na maternidade ou banco/posto de coleta mais próximos sobre os procedimentos de cadastro e coleta.

Clique AQUI e confira a lista atualizada dos Postos de Coleta e Bancos de Leite Humano em Minas Gerais.

Programação da Fhemig
As unidades da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) da capital e do interior já se preparam para as ações relativas à Semana Mundial de Aleitamento Materno (1º a 7/8) e ao Agosto Dourado – instituído recentemente pela lei nº 13.435, de 12 de abril de 2017, que estabelece o Mês do Aleitamento Materno.

Na Maternidade Odete Valadares, a programação será intensa. Durante todo o mês, ocorrem diversas palestras sobre o assunto, destinadas aos profissionais da unidade. A abertura do evento acontece na quarta-feira (2/8), com a presença do diretor da unidade, Francisco Viana, e da gerente do Banco de Leite Humano, Maria Hercília Barbosa. No mesmo dia, às 14h, acontece uma roda de conversa entre gestantes, nutrizes, doadoras de leite e profissionais de saúde.

A maternidade do Hospital Júlia Kubitschek (HJK) também irá celebrar o Agosto Dourado. De 7 a 9 de agosto, temas como “amamentação na primeira hora de vida”, “aspectos emocionais no aleitamento materno”, e “colostroterapia” serão abordados em palestras ministradas por especialistas da área e destinadas aos servidores da unidade. O fechamento da programação fica por conta do Mamaço, que ocorre no dia 9 de agosto (quarta-feira), às 14h, no jardim do hospital.

A maternidade do Hospital Regional João Penido (HRJP), em Juiz de Fora, irá promover palestras e dinâmicas destinadas às usuárias e acompanhantes das enfermarias do alojamento conjunto, com foco em assuntos relativos à importância do aleitamento materno, técnica correta para a amamentação, apoio dos familiares e mitos e verdades.

Nos dias 2 e 3 de agosto (quarta e quinta-feira), a coordenadora do Banco de Leite Humano de Juiz de Fora, Bernadete Monteiro Oliveira, conversará com os profissionais da unidade sobre normas e rotinas do posto de coleta. O encerramento da programação acontece com um café especial preparado pelos servidores para puérperas e gestantes da Maternidade e da Casa da Gestante, no dia 8 de agosto (terça-feira), às 9h30. Com Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm