Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Adiada no STF decisão sobre denúncia de corrupção contra senador José Agripino


A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) registrou nesta terça (5) empate de 2 votos a 2 na votação sobre o recebimento de denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o senador José Agripino (DEM-RN) pelo crime de corrupção.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O desempate deverá ocorrer na próxima terça-feira (12) com o voto do ministro Celso de Mello, último integrante do colegiado que irá votar.

De acordo com a PGR, Agripino foi citado em um depoimento de delação premiada de um empresário do Rio Grande do Norte, que o acusou de receber aproximadamente R$ 1 milhão em contrato de inspeção veicular entre uma empresa privada e o governo do estado, em 2010, durante a gestão da ex-governadora Rosalba Ciarlini.

Até o momento, os ministros Edson Fachin e Ricardo Lewandowski votaram pelo recebimento da denúncia. Dias Toffoli discordou em parte do relator por entender que a delação premiada deveria ter sido assinada pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e não por auxiliares indicados por ele.

Gilmar Mendes votou pelo arquivamento da denúncia ao entender que a participação do ex-procurador Marcelo Miller na investigação sobre o senador foi ilegal, porque caberia somente ao MP do Rio Grande do Norte tratar da investigação. Durante o período em que esteve na PGR, Miller foi acusado de fazer jogo duplo a favor dos delatores do grupo J&F.

“Eu tomaria todos os cuidados quando tivesse qualquer acordo firmado por Marcelo Miller. Nós sabemos que Marcelo Miller era movido a dinheiro, é disso que se cuida. Era o chefe do órgão da procuradoria, fez toda essa trapalhada, a mais grave da história brasileira com esse caso da JBS, envolvendo o Supremo Tribunal Federal numa grande trapalhada, numa imensa trapalhada”, disse Mendes.

No processo, a defesa do senador Agripino negou a prática dos crimes e afirmou que “décadas de vida pública sempre gozou de reputação ilibada, sendo leviana a denúncia apresentada”. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm