Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Acordo encerra greve dos rodoviários em Manaus

Sinetram/Divulgação

Após um dia tenso, com revoltas e ônibus depredados, um acordo articulado pelo Ministério Público do Trabalho pôs fim nesta segunda (4) à greve dos rodoviários na região metropolitana de Manaus. A paralisação da categoria foi iniciada na última terça-feira (29).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Pelo acordo, os trabalhadores terão reajuste de 5,5% no biênio 2017-2019. Serão 3,5% de aumento referentes ao período 2017-2018 e a inflação relativa ao ano 2018-2019. Os ganhos serão pagos a partir de agosto.

Para resolver a controvérsia entre rodoviários e empresas de transporte urbano, outros pontos foram incluídos no acordo. Foi instituído um limite de R$ 1.500 para o pagamento do sinistro em caso de acidente ou dano provocado pelo motorista, a ser quitado em atê três vezes. O intervalo intrajornada poderá ser fracionado, desde que tenha duração mínima de 10 minutos.

Também foi incluído na norma coletiva de trabalho o regime de 12 horas de atividade por 36 horas de folga. O regime de trabalho intermitente, conhecido como “horista”, foi limitado a 10% da base de trabalhadores, hoje em 8 mil. Este era um ponto importante da pauta da categoria.

Uma das polêmicas era o que seria feito com os dias parados. Os rodoviários queriam anistia, mas cederam ao fim das negociações, e o acordo previu a compensação. Não houve estipulação de prazo. Além disso, qualquer nova discussão em torno da norma coletiva 2018-2019 terá de ser resolvida na Justiça do Trabalho, sendo proibida a deflagração de greves neste período.

Para o procurador-geral do Trabalho de Roraima e do Amazonas, Josinei Dourado, o acordo trouxe ganhos e perdas para os dois lados. “Para o lado dos trabalhadores, foi conquista grande a limitação da contratação no regime intermitente. E por outro lado, empresários tiveram a compensação dos dias parados.”

Protestos
Em razão da greve dos rodoviários, houve diversos protestos hoje em Manaus. Pelo menos 61 ônibus foram depredados.

A Agência Brasil tentou contato com os sindicatos dos Rodoviários e das Empresas de Transporte de Passageiros (Sinetram-AM), mas não obteve resposta até o fechamento desta reportagem. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm