Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Casos da Doença de Chagas ainda são registrados e controle do transmissor é feito na zona rural de Pará de Minas


A Doença de Chagas é provocada pelo protozoário parasita Trypanosoma cruzi, transmitida pelas fezes do barbeiro. O nome do parasita foi dado pelo descobridor, o cientista Carlos Chagas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O inseto tem hábitos noturnos e vive nas frestas das casas de pau-a-pique, ninhos de pássaros, tocas de animais, casca de troncos de árvores e embaixo de pedras.

A Doença de Chagas não é transmitida para um ser humano por meio da picada do inseto. O barbeiro se infecta com o parasita quando suga o sangue de um animal contaminado e que pode ser um gambá ou pequenos roedores.

A transmissão ocorre porque a pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício. Os principais sintomas da Doença de Chagas são febre, mal-estar, inflamação e dor nos gânglios, vermelhidão, inchaço nos olhos, aumento do fígado e do baço.

Os sintomas não são perceptíveis e a pessoa pode saber que tem a doença após um período de 20, 30 anos depois de ter sido infectado. O problema pode ser detectado através de um exame de sangue de rotina.

De acordo com a médica cardiologista Luciana Alves, a maioria dos pacientes tratados atualmente foi acometida há muitos anos. Mesmo sendo considerada erradicada no Brasil, alguns casos da doença continuam sendo registrados em estados da região Norte:


Luciana Alves
doencadechagaslucianaalves1

A profissional de saúde afirma que existe um controle da transmissão da doença no Brasil. A infraestrutura das cidades proporcionam uma proteção. Já foram registrados casos da infecção transmitida por via oral nas pessoas que tomaram caldo-de-cana ou comeram açaí moído.

Mas são casos raros que ocorreram. Atualmente esses alimentos são bem higienizados e em alguns casos congelados. Medidas simples de higiene impedem que as fezes do barbeiro transmita a Doença de Chagas:

Luciana Alves
doencadechagaslucianaalves2

Ainda sobre o assunto, a reportagem do Portal GRNEWS, ouviu o agente de saúde Carlos José dos Santos que atua no Centro de Controle de Zoonoses São Francisco de Assis (CCZ). Ele afirma que o trabalho de busca dos barbeiros na zona rural de Pará de Minas é realizado constantemente. Em algumas localidades são localizados os parasitas sem a Doença de Chagas:


Carlos José dos Santos
doencadechagascarlosjose1

Explica que existe uma diferença entre o barbeiro causador da Doença de Chagas e as outras espécies. Na dúvida o cidadão pode levar o protozoário até o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), no bairro João Paulo II:

Carlos José dos Santos
doencadechagascarlosjose2

Como não existe vacina para a doença, os cuidados devem ser redobrados quando a pessoa estiver nas regiões onde o barbeiro ainda existe. Ter boas práticas de higiene ajuda a evitar a contaminação.

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm