Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Reformas Trabalhista e da Previdência são retrocesso e tiram direitos dos trabalhadores, afirmam sindicalistas


A afirmação é de sindicalistas paraminenses ouvidos pela reportagem do Portal GRNEWS. Eles acompanham a tramitação dos projetos na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, em Brasília. As propostas estão sendo discutidas em meio a uma grave crise política que atinge em cheio ao presidente da República Michel Temer, acusado de corrupção passiva pelo Procuradoria Geral da República.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

As mudanças começaram com a autorização para a terceirização de qualquer atividade por parte das empresas. A ideia é facilitar a negociação entre empregados e patrões, sem a necessidade da intervenção de sindicatos de classe. Mas a terceirização, aprovada pelo Congresso Nacional, está sendo questionada no Supremo Tribunal Federal (STF), que ainda não tem data para analisar este processo.

Por outro lado, está em análise em uma Comissão Especial da Câmara Dos Deputados a polêmica reforma da Previdência Social. A proposta está paralisada, em razão da crise política. Mas lei prevê o aumento da idade mínima para aposentadoria para 65 anos e outras exigências severas para a classe trabalhadora.

Outra iniciativa que rende muita polêmica foi à extinção da contribuição sindical. O recurso é descontado na folha de pagamento dos trabalhadores e parte do valor arrecadado é repassado aos sindicatos.

Para Joaquim Luiz de Freitas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Pará de Minas, a maioria dos parlamentares em Brasília não tem moral para votar leis. O governo federal vem adotando mudanças sem ouvir a classe trabalhadora e pode voltar o trabalho escravo:


Joaquim Luiz de Freitas
reformasjoaquimluizfreitas

Francisco Ferreira Borges, presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte de Pará de Minas, afirma que os projetos que tramitam no Congresso Nacional configuram grande retrocesso. A Previdência Social chegou a ter esse rombo, questionado por muitos especialistas, devido à má gestão e a roubalheira que não é combatida:


Francisco Ferreira Borges
reformasfranciscoborges

Neuler Ribeiro, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fiação e Tecelagem de Pará de Minas, ressalta que a classe política vem cometendo fraudes e colocando a conta nas costas dos trabalhadores:


Neuler Ribeiro
reformasneulerribeiro

O governo federal apresentou as propostas de reforma Trabalhista e da Previdência alegando que as leis precisam ser atualizadas para gera empregos, promover o crescimento econômico e conter o rombo nas contas previdenciárias. Mas a maioria dos trabalhadores brasileiros não concorda com os argumentos apresentados pelo governo Michel Temer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm