Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Campeões mundiais de 1970 se reúnem e a resenha rola solta

selecao70dada
Jogadores da Seleção Brasileiro de 1970, campeões da Copa do Mundo do México, foram homenageados pela CBF, nesta terça-feira. E sabe como é, né? Boleiro adora uma resenha. Reunidos na sede da entidade, os ídolos conversaram sobre a vida pessoal de cada um e aproveitaram para relembrar momentos de amizade que viveram juntos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook     Siga o Portal GRNEWS no twitter

Dadá Maravilha, como sempre, deu um show de bom humor. O homem que para no ar recordou algumas situações engraçadas daquela época. Certa vez, segundo Dario, o zagueiro Brito estava escondido por cima de uma porta despejando água sobre os colegas que passavam.

– A gente falava quem estava vindo e o Brito jogava água. Lá vem o fulano! E ele despejava. Numa dessas, a gente gritou, na brincadeira: É o Jair! Ele jogou, mas era o Zagallo. O professor ficou assustado com o banho, mas entrou no clima e ficou tudo certo.

O treinador campeão de 70, presença marcante na cerimônia de homenagem desta terça, falou com um carinho especial sobre a relação entre os integrantes da seleção que encantou o mundo.

– Estamos com saudade de toda essa época. Passa um filme na cabeça, relembrando uma Seleção Brasileira que jamais vamos esquecer – ressaltou Zagallo.

Carlos Alberto Torres, o Capitão do Tri, afirmou que a cerimônia intimista é emocionante e histórica, pois promoveu um fato inédito na trajetória dos campeões.

– É a primeira vez que estamos reunidos para uma homenagem. Agradecemos porque é gratificante encontrar todos esses amigos. Muito obrigado.

Enquanto Emerson Leão pegava autógrafos dos colegas no seu álbum de figurinhas “Brasil de Todas as Copas”, Dario Beija-Flor disse que encontros como esse da Seleção Brasileira de 70 não têm problemática. Para ele, os títulos são importantes e eternos, mas a verdadeira solucionática é a relação de fraternidade existente entre os amigos.

– Não é fácil reunir tantos campeões de 70 porque a vida segue e cada um foi tocar a sua família, seus negócios. Estar aqui ao lado deles, apresentar esses amigos ao meu filho, pessoalmente… Ver meu filho apertar a mão de cada um. Meu filho sempre me ouve falar deles. É um dia para sempre – concluiu Dadá. Com site da CBF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm