Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Eunício Oliveira diz ser a favor do fim do foro privilegiado

Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal, aberto em abril de 2017, que o investiga por supostos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), voltou a defender nesta quinta (3), em Brasília, o fim do foro privilegiado ao qual parlamentares têm direito.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“Somos a favor do fim do foro para os mais de 50 mil que têm o chamado foro por prerrogativa de função. Não são apenas deputados e senadores que têm [direito]. Se dependesse da minha vontade, se dependesse de mim, ninguém teria foro”, disse o senador, que lembrou a aprovação, por unanimidade, há pouco mais de um ano, da PEC 10/2011, pelo plenário do Senado.

A proposta, que extingue o foro especial por prerrogativa de função para autoridades federais, no entanto, está parada na Câmara dos Deputados, onde precisará passar por dois turnos de votação. A solução legislativa para o benefício está longe de ter um resultado, já que, até o final da intervenção federal no Rio de Janeiro, nenhuma proposta que altera a Constituição Federal pode avançar.

Supremo
Hoje o STF deve concluir o julgamento que deve restringir o foro especial de autoridades acusadas de crimes. Apesar de o ministro Gilmar Mendes ainda não ter votado, já há maioria formada para limitar o alcance do foro privilegiado apenas aos crimes cometidos durante o exercício de mandato ou em função do cargo.

Sistema Único de Segurança Pública
Sobre a pauta do Senado e o projeto do Sistema Único de Segurança Pública, o Susp, aprovado pela Câmara dos Deputados em abril, Eunício disse que o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) será o relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

“Claro que vamos apressar [a votação] o máximo possível, pela importância que tem essa matéria, mas é necessário o mínimo de debate, de discussão. Na próxima quarta-feira, Anastasia deve apresentar seu relatório na CCJ. Se não houver pedido de vista, eu trago direto para o plenário. Se tiver, e isso é regimental, na outra semana vamos aprovar no plenário do Senado”, finalizou. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm