Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Exposição no metrô homenageia Machado de Assis e os 450 anos do Rio

exporio450
Nascido há 176 anos, o escritor José Maria Machado de Assis é parte integrante da história da cidade do Rio de Janeiro, retratada por ele em romances, contos, crônicas e peças teatrais. A obra do “bruxo do Cosme Velho”, como o escritor ficou conhecido, em uma alusão ao bairro da zona sul da cidade onde morava, é uma referência para qualquer pesquisa sobre a vida cotidiana na segunda metade do século 19 na então capital do Império, e a partir de 1889, da nascente República.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Em dupla homenagem – aos 450 anos do Rio de Janeiro e ao grande escritor, um dos fundadores e primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras –, a concessionária MetrôRio, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e o Instituto Oldemburg, exibe, no mezanino da Estação Central do metrô, a exposição O Rio de Machado de Assis e seus Melhores Poemas. Ilustrada com imagens do acervo iconográfico da Biblioteca Nacional, a mostra apresenta uma seleção de textos da faceta menos conhecida do autor de Memórias Póstumas de Brás Cubas, Quincas Borba, Dom Casmurro e outros clássicos da literatura brasileira: a de poeta.

“Além de maior nome da literatura nacional, Machado de Assis é uma ilustre figura carioca. Assim, reverenciá-lo é também reverenciar o Rio nos seus 450 anos”, ressalta Cristina Oldemburg, diretora do Instituto Oldemburg, idealizador da mostra. A beleza feminina é declamada nos poemas selecionados, em um paralelo com a paisagem carioca. “A presença da mulher é tão constante em sua obra quanto as ruas da cidade que o abrigou até os 69 anos, quando veio a falecer”, diz no texto de apresentação da mostra a professora Aline Reis, mestre em literatura brasileira pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

A exposição é a primeira das três mostras do projeto Vivências Lúdico-Literárias, que homenageará também Rubens Braga e José Lins do Rego. O objetivo do projeto é promover a integração entre artes visuais e literatura para atrair novos leitores para a Biblioteca Estação Leitura, que funciona no mezanino da Estação Central do metrô e empresta livros a leitores cadastrados.

As cerca de 80 mil pessoas que diariamente passam pela estação, em grande parte fazendo a conexão para os trens da SuperVia e ônibus para a região metropolitana do Rio, podem apreciar, ao longo dos próximos dois meses, a exposição. O Rio de Machado de Assis e seus Melhores Poemas fica em cartaz até 30 de maio e o horário de visitação é o mesmo do funcionamento do metrô: de segunda-feira a sábado, das 5h à meia-noite; domingos e feriados, das 7h às 23h. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm