Banner Águas de Pará de Minas   Banner Fapam

Alckmin diz que reajuste nas passagens buscou equilíbrio entre empresa e usuário

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse nesta terça (3) que o reajuste nas passagens integradas do transporte público tentou manter o equilíbrio entre as necessidades das empresas e dos usuários. “Foi feito um trabalho bastante criterioso. De um lado procurando não onerar o usuário, de outro lado, a saúde financeira das empresas. Precisa expandir o metrô e os trens”, explicou após participar da assinatura de um acordo que garantiu um aporte de R$ 97,2 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento para o Instituto Butantan.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

As passagens unitárias dos ônibus, trens e metrôs da capital paulista não foram reajustadas. A manutenção do valor dos bilhetes era uma promessa de campanha do prefeito João Doria. O transporte sobre trilhos, no entanto, fica sob responsabilidade do governo estadual. Ao passar de um modal para outro, o usuário do Bilhete Único, cartão magnético recarregável, tem um desconto.

A passagem única está em R$ 3,80 na capital. Ao passar do ônibus para o metrô ou trem metropolitano, ou vice-versa, o usuário pagava um total de R$ 5,92. Com o aumento, quem precisar pegar dois tipos de condução passará a pagar um total de R$ 7,60.

Apesar do aumento, Alckmin disse que o sistema continua vantajoso. “O bilhete único integrado tem um grande desconto. Se você somar R$ 3,80 com mais R$ 3,80 dá R$ 7,60. O bilhete é R$ 6,80, você tem um grande estímulo ainda”, destacou. O governador comparou os valores pagos pelo passageiro paulistano a outras cidades. “No Rio de Janeiro o bilhete é R$ 8. Se você pegar as cidades no entorno de São Paulo o mínimo é R$ 4”, exemplificou.

O governador também disse que foram mantidas as gratuidades para os estudantes da educação básica, os universitários de baixa renda e os idosos.

Guarulhos
Em Guarulhos, na Grande São Paulo, o novo prefeito Gustavo Henric Costa decidiu cancelar o aumento de 18,42% nas passagens de ônibus no município. A decisão da gestão anterior previa aumento de R$ 3,80 para R$ 4,50.

Como o reajuste pegou a população de surpresa no dia 29 de dezembro, a Justiça havia determinado a suspensão temporária do aumento. A decisão foi tomada a partir de uma ação popular que foi aceita pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, na Comarca de Guarulhos. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm