Banner Águas de Pará de Minas   Banner Fapam

Os desafios de Chapeuzinho

dsfchpznh

Por Flávio Marcus da Silva

Numa fria manhã de maio, Chapeuzinho Vermelho vestiu seu casaquinho mais reforçado, despediu-se do Lobo Mau (que a substituiu no comando da fábrica Doces da Vovó) e, acompanhada de quatro de seus melhores funcionários, embrenhou-se no Bosque das Sombras, à procura da famosa Luz Dourada do Bosque das Sombras. Chapeuzinho queria muito se apossar dessa luz, para guardá-la a sete chaves e, sozinha, banhar-se nela todos os dias. Por isso, chamou Rapunzel, Cinderela, Gato de Botas e Pedrinho, seus funcionários mais competentes, para ajudá-la.

O primeiro desafio enfrentado pelo grupo foi uma prova de receitas na ponte do Rio de Lava do Inferno, onde um bode gigante exigia que todos que quisessem atravessar para o outro lado lhe preparassem uma receita de bolo original e deliciosa. Quem não lhe agradasse seria jogado no rio e morreria queimado. Ficou decidido que Cinderela faria um bolo de abóbora, representando o grupo, e que se o bode reprovasse a receita, todos morreriam. Com muita tranquilidade, Cinderela fez o bolo mais delicioso do reino e garantiu ao grupo a passagem pela ponte. Mesmo assim, Chapeuzinho achou o bolo doce demais e repreendeu sua funcionária por isso.

O segundo desafio foi escalar um gigantesco morro de basalto e pegar a chave que abriria a porta da Gaiola dos Horrores, que eles deveriam atravessar. Rapunzel amarrou com firmeza um gancho de ferro em uma de suas tranças e a utilizou como corda para escalar o morro, pegar a chave e voltar para junto de seus companheiros. Chapeuzinho nem lhe agradeceu, pegou a chave, abriu a porta e saiu correndo na frente, ansiosa para logo chegar ao local onde encontraria a Luz Dourada.

Na gaiola, Chapeuzinho foi surpreendida pelo terceiro desafio, que era enfrentar o Pardal Gigante Assassino da Gaiola dos Horrores, que veio em sua direção para arrancar seus olhos e comer seu fígado. Se não fosse Pedrinho, que abateu o terrível pássaro com uma pedra de basalto, Chapeuzinho certamente teria morrido. Ao ver-se salva pelo seu funcionário, Chapeuzinho reclamou, dizendo que aquela não era a pedra de basalto correta para matar um Pardal Assassino, e seguiu em direção à saída.

Desceram um morro e se viram diante de um enorme lamaçal de areia movediça, que o Gato de Botas atravessou sete vezes, com a ajuda de suas botas mágicas, carregando, um por um, todos os seus companheiros. Ao perceber a habilidade de seu empregado na superação desse desafio, Chapeuzinho pensou: “Quando eu pegar a Luz Dourada, vou confiscar esse maldito par de botas”.

Rapidamente chegaram à margem esquerda do Riacho das Sanguessugas Gigantes, que também deveria ser atravessado. Do outro lado brilhava, por entre as árvores, a bela Luz Dourada do Bosque das Sombras.

Aos gritos, Chapeuzinho ordenou que seus quatro funcionários entrassem no riacho e fizessem um caminho para ela com suas cabeças. Só Cinderela, que era a mais baixa dos quatro, ficou com o nariz dentro d’água, mas sua cabeça, como as dos outros, serviu perfeitamente ao propósito de Chapeuzinho, que atravessou o riacho e foi correndo até onde estava a Luz Dourada.

Rapunzel, Cinderela, Gato de Botas e Pedrinho tiveram quase todo o sangue de seus corpos sugado pelas Sanguessugas Gigantes e morreram, sendo levados pela correnteza do riacho até o Lixão das Sombras, onde tiveram seus corpos comidos por corvos gigantes.

Chapeuzinho, porém, conseguiu o que queria. Gritou de alegria ao ver-se iluminada pela Luz Dourada do Bosque das Sombras, cuja fonte nada mais era do que um holofote gigante, ligado sobre um palco de madeira. Uma luz apenas… Dourada, é verdade. Bonita, não podemos negar… Mas só uma luz… Uma efêmera e fútil luz dourada artificial…

Um comentário

  1. marcio guimaraes barbosa

    Cada vez mais sinistra esta História de Chapeuzinho Vermelho às avessas. Muito legal a incorporação de velhos novos personagens de nossa infancia. Creio que daqui a pouco poderemos ter um novo livro. Chapeuzinho esta chegando no auge e com seu extremo egocentrismo e vaidade esta adquirindo luz própria. O que mais poderá querer esta malvada e perversa criatura?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm