Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Ritmo de queda da inflação cai, indica FGV

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) encerrou o mês de setembro, com queda de 0,02%, mas em movimento de remarcações para cima, já que na pesquisa anterior, a taxa havia recuado com mais força (-0,07%). No acumulado desde janeiro, foi registrada alta de 2,31%, e, nos últimos 12 meses, de 3,17%.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A pesquisa é feita pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) nas seguintes capitais: Recife, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre.

Cinco dos oito grupos de despesas pesquisados indicaram acréscimos com destaque para alimentação que apesar de ter caído na média em 0,48% teve um recuo menos acentuado do que na terceira prévia do mês (- 0,72%). Este resultado foi influenciado, principalmente, pelo item hortaliças e legumes (de -10,65% para -7,31%).

Em educação, leitura e recreação, o índice subiu de 0,29% para 0,50%,sob o efeito dos ingressos em salas de espetáculo (-0,57% para -0,42%) . No grupo vestuário a taxa aumentou de 0,26% para 0,64%, com a alta de preços das roupas em 0,93% ante 0,34%.

Em despesas diversas , os preços dobraram na média (de 0,12% para 0,35%) e uma das maiores pressões veio dos cigarros (de 0,37% para 0,72%). E, no grupo comunicação (de -0,05 para -0,02%), foi identificada uma perda no ritmo de baixa da tarifa de telefone residencial (de -0,13% para -0,03%).

Já em habitação ocorreu redução na média de preços (de -0,27% para -0,40%), como consequência de um recuo mais substancial da tarifa de eletricidade residencial (de -2,03% para -3,31%). Houve ainda queda no ritmo de aumento nos demais grupos: transportes (de 0,58% para 0,50%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,30% para 0,27%).

Os itens de maior impacto inflacionário no período foram: gasolina (2,7%); plano e seguro saúde (0,95%); passagem aérea (0,95%); gás de cozinha (2,08%) e refeições em bares e restaurantes (0,26%).

Em sentido oposto os que mais ajudaram a conter o avanço da inflação foram: tarifa de eletricidade residencial (-3,31%); tarifa de ônibus urbano (-1,21%; leite longa vida (-3,97%); tomate (-8,81%) e batata-inglesa (-11,43%). Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm