Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Ampliada cota do Garantia-Safra em Minas

A cota de agricultores familiares que poderão aderir ao Garantia Safra 2017-2018 passou de 50 mil para 60 mil, crescimento de 20% em relação ao período atual (2016-2017). O termo de adesão ao programa federal foi assinado pelo governador Fernando Pimentel na semana passada.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O próximo passo é a adesão dos municípios da área mineira da Sudene ao seguro, pago a agricultores familiares com perdas de mais de 50% da safra devido à seca. A partir de 1º de julho, as prefeituras já poderão manifestar o interesse em participar do programa. Caso todas as cotas sejam preenchidas, o valor do investimento na safra 2017-2018 chegará à R$ 51 milhões.

Na safra 2015/2016, última fechada, o valor do Garantia-Safra foi de R$ 850 por agricultor, divididos em cinco parcelas de R$ 170. Neste período, houve adesão de 43.875 agricultores em 106 dos 168 municípios que compõem a região. O benefício é pago com recursos do Fundo Garantia-Safra, composto por contribuições do agricultor, do município, do Estado e da União.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário, Professor Neivaldo, destaca que o ideal seria ninguém precisar recorrer ao benefício em função das perdas. No entanto, ele ressalta a importância da ampliação do seguro.

“O aumento da cota de beneficiários é uma resposta do Governo de Minas Gerais para o enfrentamento da pobreza no campo. Os municípios do semiárido enfrentam há sete anos uma das mais graves secas. Se não fosse o Garantia Safra, a situação das famílias estaria pior”, diz Neivaldo.

Em Minas Gerais, o Garantia-Safra é operacionalizado pela Seda em parceria com a Emater-MG, por meio de várias ações. Entre elas estão o recebimento de inscrições, a emissão da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e a emissão dos laudos técnicos de verificação do plantio e de casos onde há perdas.

Segundo a coordenadora do Garantia Safra na Emater-MG, Eunice Ferreira Santos, as prefeituras devem ficar atentas aos prazos, enviando a partir de julho a manifestação de interesse para o Gabinete da Seda (gabinete@agrario.mg.gov.br).

“É importante que as prefeituras manifestem, a tempo, o interesse em participar do programa. Se o município não adere ele inviabiliza a participação dos agricultores familiares”, alerta Eunice.

Capacitação
Em julho, a expectativa é que a Seda em parceria com a Emater-MG inicie um ciclo de oficinas de capacitação para atender representantes das prefeituras e dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS,) sobre o funcionamento do Garantia Safra 2017/2018.

“Há muitos municípios que estão sob nova administração. Portanto, é fundamental compartilhar as informações para que eles sejam atendidos da melhor forma possível”, afirma Eunice Santos. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm