Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Ordem de Dilma é limpar as gavetas e PSDB divulgará carta aos brasileiros, diz Eduardo Barbosa

edbarbosa_gov
Continuam as discussões relativas ao processo de impeachment no Senado Federal que poderá resultar no afastamento da presidente da república, Dilma Rousseff. A ação movida por juristas alega que houve crime de responsabilidade fiscal por parte dela.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Nesta segunda-feira (2) a Comissão Especial de senadores ouviu o professor do Departamento de Direito Econômico-Financeiro e Tributário da Universidade de São Paulo (USP) José Maurício Conti.

Ele afirmou durante a terceira reunião da comissão que o crédito suplementar feito pelo governo federal pode ser considerado como crime de responsabilidade. A afirmação foi baseada na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os parlamentares já ouviram os autores do pedido, os juristas Miguel Reale Júnior e Janaína Paschoal. Já se pronunciaram na defesa da presidente os ministros José Eduardo Cardoso (AGU), Nelson Barbosa (Fazenda) e Kátia Abreu (Agricultura).

O processo segue o rito previsto na Constituição Federal e orientado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) o guardião do cumprimento da lei máxima do país. A expectativa é de que na próxima semana o novo governo assuma o comando do país.

Se a Comissão Especial votar a favor do pedido de afastamento a presidente da República será afastada inicialmente por até 180 dias. A expectativa é de que isso ocorra, na avaliação do deputado federal Eduardo Barbosa (PSDB).

O parlamentar afirma que dentro do Congresso Nacional já ficou claro que no dia 12 de maio o vice-presidente Michel Temer governará o país. Ele revela que existe até uma ordem interna para limpar as gavetas do atual governo:

Eduardo Barbosa
edbarbosa_gov1

Eduardo Barbosa informa ainda que foi realizada uma reunião dos deputados federais do PSDB em Brasília e nesta terça (3) será publicada uma carta a toda a população brasileira sobre a postura do partido no novo governo:

Eduardo Barbosa
edbarbosa_gov2

Caso seja afastada pelos senadores, a presidente Dilma Rousseff continuará recebendo salários e morando no Palácio do Planalto. O fim do processo será definido pelo plenário do Senado Federal, que poderá afastá-la definitivamente ou encerra o processo para que Dilma retome o governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm