Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Nicolás Maduro convoca venezuelanos à rebelião caso a oposição o afaste do poder

nicolas_maduro
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu no domingo (1º) que os trabalhadores se declarem em rebelião e iniciem uma greve geral por tempo indeterminado se a oposição chegar ao palácio presidencial de Miraflores.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“Se a oligarquia, algum dia, disser algo contra mim e conseguir tomar este palácio, por uma via ou por outra, ordeno-vos – homens da classe operária – a se declararem em rebelião, a fazer uma greve geral indefinida, até conseguir a vitória”, disse.

Nicolás Maduro discursou em Caracas, próximo ao Palácio de Miraflores, no fim de uma marcha de venezuelanos simpáticos à revolução bolivariana que assinalou o Dia do Trabalhador.

“Juro, pelo futuro da pátria venezuelana, que não darei descanso aos meus braços, nem repouso à minha alma, até que faça a revolução bolivariana vencer os novos desafios. Juro pela máxima união da classe operária. Juro conseguir a máxima união cívico-militar. Juro que, se o imperialismo arremeter contra o povo, irei à rebelião popular. Juro pela pátria, por Chávez”, declarou, referindo-se ao falecido líder socialista Hugo Chávez, presidente da Venezuela entre 1999 e 2013.

O presidente venezuelano também acusou a imprensa de fazer campanhas “sujas” contra a revolução e os Estados Unidos de perseguir seu governo.

Maduro advertiu ainda os empresários que, se paralisarem o funcionamento da indústria, “serão castigados”, afirmando que a classe operária “tomará” as empresas que o fizerem.

Assinaturas
Sobre a coleta de assinaturas iniciada pela oposição para revogar seu mandato, o governante explicou que “o referendo é uma opção, não uma obrigação”. Maduro insistiu que verificará, uma a uma, todas as assinaturas dos eleitores que solicitaram essa iniciativa.

A oposição confirmou hoje ter recolhido mais de 2,5 milhões de assinaturas para solicitar a realização de um referendo revogatório do mandado do presidente.

Segundo o Conselho Nacional Eleitoral, para iniciar a convocatória a oposição deveria recolher as assinaturas de 1% dos inscritos no registo eleitoral de todo o país, distribuídos por entidade federal, para um total de 197.798 eleitores. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm