Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

América inverte vantagem com vitória no primeiro clássico da final

america2x1atletico
O América fez uma bonita festa para sua torcida na Arena Independência na tarde deste domingo (1/5), no primeiro jogo decisivo do Campeonato Mineiro. O time americano largou na frente na grande decisão ao vencer o Atlético por 2 a 1. O herói do jogo foi o lateral esquerdo Danilo, autor dos dois gols americanos, um em cada tempo. No último lance da partida, o rival descontou com Lucas Pratto. Minutos antes, o goleiro João Ricardo justificou o apelido de “São João do Horto” ao defender um pênalti cobrado por Robinho.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Com a vitória, o América agora necessita apenas de um empate para conquistar o título na finalíssima do próximo domingo (8/5), às 16h, no Mineirão.

HOMENAGEM

Antes do jogo, o Clube foi homenageado pelo aniversário de 104 anos de existência, completados no sábado. O presidente Alencar da Silveira Jr., integrante do Conselho de Administração, recebeu do Banco Intermedium, patrocinador máster do Clube, um trofeu estilizado com a camisa número do time com o número 104 nas costas. O troféu foi entregue pelo Diretor Executivo do Banco Intermedium, Alexandre Riccio.

SUSTO E GOLAÇO

A torcida americana dividiu o estádio com o rival e fez muita festa para o time americano. O clássico começou com muito equilíbrio entre as duas equipes também em campo. Nos primeiros minutos de jogo, os dois times faziam uma partida movimentada, mas sem uma equipe superar outra em campo.

Porém, o clima de competição que envolvia a decisão deu lugar à apreensão aos 15 minutos. O meia atacante Tiago Luís sentiu-se mal, caiu no gramado e teve que deixar o campo de ambulância. Na última quinta-feira, no jogo pela Copa do Brasil, o jogador sofreu um choque de cabeça numa disputa de bola e chegou a ficar desacordado por alguns instantes. Mas se recuperou ainda no jogo, passou por exames e foi liberado para seguir seu trabalho normal no Clube.

De acordo com os médicos do Clube, ele sentiu vertigem em campo e foi levado para fazer tomografia no hospital da Unimed. Sem qualquer diagnóstico mais grave, o jogador foi liberado por volta das 20h. Nesta segunda-feira ele será reavaliado pela equipe médica do América.

DESTINO

Quem entrou no lugar de Tiago Luís foi justamente o lateral esquerdo Danilo, que se tornou personagem do clássico. O jogador entrou muito bem na partida e foi importante para que o América começasse a tomar conta do jogo. O time americano passou a dominar a posse de bola e chegar com perigo ao gol adversário.

Aos 20 minutos, o volante Claudinei obrigou o goleiro Victor a fazer grande defesa em chute do meio campo. Cinco minutos depois, o meia Osman também quase marcou.

E a superioridade americana em campo foi traduzida em gol aos 33 minutos. Danilo recebeu a bola dentro da área em cruzamento do lateral direito Pablo. Ele limpou a marcação e, de pé direito, estufou as redes do goleiro Victor. O gol “explodiu” a torcida americana, que já fazia muita festa na arquibancada e passou a tomar conta de vez do estádio.

Após o gol, o time americano continuou dominando as ações do jogo e por pouco não ampliou a vantagem aos 38 minutos. O lateral esquerdo Bryan fez ótima jogada dentro da área e chutou firme, mas o goleiro Victor fez excelente defesa com os pés para salvar o Atlético.

O Coelho ainda teve mais uma chance para fazer o segundo gol ainda no primeiro tempo em chute de fora da área de Osman, aos 46 minutos, mas o primeiro tempo terminou com a vantagem mínima.

O domínio americano permaneceu no início do segundo tempo. O Coelho voltou do intervalo pressionando o Atlético e aumentou a vantagem aos 5 minutos do segundo tempo. Danilo recebeu a bola pela esquerda e, da entrada da área, chutou forte, rasteiro. A bola resvalou no lateral Marcos Rocha e surpreendeu o goleiro adversário: América 2 a 0.

Com a merecida vantagem de dois gols, o América passou a administrar o ótimo resultado à espera de um contra-ataque para liquidar o adversário. Bem postado no setor defensivo, o Coelho segurava o ataque adversário. O goleiro João Ricardo, que esteve ameaçado de não jogar devido a dores musculares, também fazia sua parte. Ele fez grande na defesa à queima roupa em chute do atacante Hyuri, aos 23 minutos. O duelo entre Hyuri e João Ricardo continuou, e o goleiro americano fez outra grande defesa após cabeçada perigosa do atacante, aos 28 minutos.

O time americano neutralizava bem a pressão adversária e tinha o controle do jogo, quando o técnico Givanildo Oliveira mudou sua equipe pela segunda vez. O treinador promoveu a entrada do volante Ernandes no lugar do meia Rafael Bastos, aos 32 minutos. Alguns minutos depois, o time americano teve outra baixa. O lateral direito Pablo sentiu dores na coxa esquerda e foi substituído pelo zagueiro Artur.

O time atleticano continuava sua pressão no fim do jogo e conseguiu um pênalti aos 45 minutos, após finalização do lateral Carlos César, que acabou chutando a bola na mão do volante Leandro Guerreiro. O atacante Robinho cobrou e o goleiro João Ricardo fez linda defesa.

E quando tudo dava mostras de que o jogo terminaria com o placar em 2 a 0, o rival conseguiu seu gol no último lance da partida, após finalização do atacante Lucas Pratto.

Mesmo sofrendo o gol no fim, o América terminou o primeiro jogo da final em situação favorável, por ter invertido a vantagem do Atlético na decisão. Agora, o time americano precisa apenas de um empate no próximo domingo (8/5), no Mineirão, às 16h, para conquistar o título mineiro.

FICHA DO JOGO
AMÉRICA 2 X 1 ATLÉTICO

Estádio: Arena Independência, em Belo Horizonte
Motivo: 1ª partida da final do Campeonato Mineiro
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (PA)
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ)
Público: 7.188 pagamentes
Renda: R$ 229.085,00
Gols: Danilo, aos 33 minutos do 1º tempo, e aos 5 do 2º tempo; Lucas Pratto, aos 48 minutos do 2º tempo (Atlético).
Cartão amarelo: Alison (América).

AMÉRICA
João Ricardo; Pablo (Artur), Sueliton, Alison e Bryan; Claudinei, Leandro Guerreiro, Rafael Bastos (Ernandes), Tiago Luís (Danilo) e Osman; Borges. Técnico: Givanildo Oliveira.

ATLÉTICO
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva Erazo e Douglas Santos (Carlos César); Rafael Carioca, Leandro Donizete, Patric (Lucas Pratto) e Hyuri; Robinho e Clayton (Cazares). Técnico: Diego Aguirre
Com site do América-MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm