Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Aplicativo que mapeia tiroteios no Rio bateu recorde no mês passado

De acordo com o aplicativo Fogo Cruzado, a Região Metropolitana do Rio de Janeiro registrou em janeiro uma média de 22 tiroteios ou disparos de armas de fogo por dia. Os números mostram um crescimento de 117% nos episódios mapeados em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com os responsáveis pela ferramenta, desde que o início das suas operações em 2016, este foi o mês com o maior número de ocorrências.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O Fogo Cruzado tem o objetivo de fornecer informações sobre tiroteios ou disparos na cidade. Ele foi desenvolvido pela Anistia Internacional, mas tornou-se independente e autônomo da organização neste ano, sendo agora gerido pelo Instituto Update. O aplicativo, que já contabiliza mais de 120 mil downloads, está disponível gratuitamente nas versões para os sistemas Android e IOs.

No mês de janeiro desse ano, foram mapeadas 688 ocorrências. Em janeiro de 2017, foram 317. A média diária de todo o ano passado foi 16 tiroteios ou disparos por dia.

A ferramenta também busca fazer um levantamento dos mortos e feridos por arma de fogo. O número de pessoas que foram a óbito saltou de 115, em janeiro de 2017, para 146, no mês passado. Considerando os mesmos períodos, também cresceu o total das vítimas com ferimentos: de 141 para 158.

No recorte por cidades, é possível ver que o Rio de Janeiro foi o município da região metropolitana com mais registros em janeiro. Foram 417 tiroteios ou disparos na capital. Em seguida, vem São Gonçalo, com 69, e Niterói, com 46.

Como funciona
A equipe responsável por mapear as ocorrências e alimentar os dados do aplicativo recebem informações por diversos meios, entre elas as redes sociais. Há um contato permanente com algumas fontes fixas, incluindo organizações sociais, comunicadores e associações de moradores. São adicionadas ainda informações recolhidas da imprensa e fornecidas por autoridades policiais. Os usuários também podem enviar notificações diretamente por meio da ferramenta.

Ao receber a notícia de um tiroteio ou disparo de arma de fogo, há um processo de cruzamento de dados que foi desenvolvido para verificar a confiabilidade da informação. O aplicativo também sinaliza ao usuário a fonte de cada registro.

Recentemente, foi lançada a versão 2.0 da ferramenta. Ela fornece notificações sobre ocorrências em tempo real. Quando tal função é habilitada, os avisos ocorrerão automaticamente sempre que o usuário estiver em um raio de 3 km do local.

A partir da março, o mapeamento dos tiroteios e disparos de armas de fogo também será realizado na Região Metropolitana do Recife. A ideia é alcançar outras metrópoles brasileiras no futuro. Além disso, pensando em pesquisadores, gestores de segurança pública e jornalistas, foi criada uma busca no site do Fogo Cruzado para gerar relatórios depurados de acordo com bairros, datas, vítimas e outros critérios. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm