Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

HNSC suspende convênio e só atenderá usuários do IPSEMG em casos de urgência e emergência


O governo de Minas Gerais não consegue superar a grave crise financeira, gerando grandes dificuldades especialmente para os municípios. A falta de repasses tem preocupado os gestores públicos.

A demanda por serviços de educação, saúde, segurança, assistência social, aumenta a cada dia. Na contramão de direção ocorre a escassez de recursos públicos para atender aos anseios da população.

A carga tributária do Brasil já é uma dos maiores do mundo e as empresas e os trabalhadores não suportam mais aumento de impostos. A conta não está fechando e a situação se agrava com o passar do tempo.

Hospitais de Belo Horizonte e da região Centro-Oeste do estado já anunciaram a suspensão dos atendimentos aos usuários do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG).


O motivo da recusa em atender os pacientes do plano do funcionalismo público estadual é a falta de repasses. O governo desconta a contribuição dos servidores em folha, mas não repassa os valores para as unidades de saúde.

Em Pará de Minas também não serão atendidos os pacientes do IPSEMG que vierem de outros municípios. A informação é do interventor do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) e secretário municipal de Saúde, Paulo Duarte.

Ele explica que o hospital não recebe nenhum recurso do IPSEMG há seis meses e a situação está ficando insustentável, por isso será adotada uma medida de contenção. Somente os pacientes de Pará de Minas serão avaliados e os casos de urgência e emergência receberão atendimento na unidade:


Paulo Duarte
atendimentoipsemghnscpauloduarte1

A partir do dia 10 de agosto os pacientes do IPSEMG de outros municípios não devem buscar assistência médica e hospitalar no HNSC. O órgão já foi notificado da decisão que passará a vigorar:

Paulo Duarte
atendimentoipsemghnscpauloduarte2

O governo de Minas Gerais decretou estado de calamidade financeira e está parcelando o pagamento do funcionalismo público. O Executivo alega falta de recursos para honrar os compromissos devido a queda nas receitas.

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm