Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Fundação Clóvis Salgado leva itinerâncias de artes visuais ao interior mineiro

Divulgação/FCS

Garantindo que diferentes municípios tenham acesso às atividades culturais que, muitas vezes, ficam restritas ao público que frequenta o Palácio das Artes, na capital, a Fundação Clóvis Salgado (FCS) busca ampliar a interlocução cultural com os territórios mineiros promovendo a itinerância de seu acervo, por meio do projeto Itinerância de Artes Visuais – FCS.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Duas exposições, “Recorte – Acervo FCS” e “Grandes Nomes – Acervo FCS”, estão em cartaz no interior mineiro, contemplando as cidades de Ouro Preto, Barbacena, Congonhas e Cataguases, como um fruto das políticas pensadas para levar a arte para todos os mineiros.

“O que acontecia é que incursões de orquestras e companhias de dança começaram a circular nas cidades do interior, mas nunca antes tinha sido pensado a circulação das obras de artes visuais. Agora, essas duas itinerâncias completam o círculo das artes levadas ao interior mineiro e vêm ao encontro do espírito desse governo, de possibilitar cada vez mais o acesso, promovendo o próprio potencial de sensibilização e deleite da arte para que as pessoas que ainda não têm muito contato possam se interessar e gostar da arte e aquelas que apreciam possam ter oportunidades de ver as novidades, exercendo nossa função como casa pública. Nós queremos levar nosso trabalho para fora do Palácio das Artes e garantir que o interior também tenha acesso a essas produções”, disse Augusto Nunes-Filho, presidente da Fundação Clóvis Salgado.

A exposição “Recorte – Acervo FCS” chega ao público de Cataguases, no Centro Cultural Humberto Mauro. A mostra reúne obras modernistas e contemporâneas de Andréa Lanna, Carlos Wolney, Eymard Brandão, Fátima Pena, Fernando Velloso, Jorge dos Anjos, Marcos Coelho Benjamim, Maria Helena Andrés, Mário Silésio e Sara Ávila e pode ser visitada das 8h às 18h, até o dia 16 de julho, com entrada franca.

Já exposição “Grandes Nomes – Acervo FCS”, sai pela primeira vez do Palácio das Artes e chega a Congonhas. Entre trabalhos estão criações de Amilcar de Castro, Beatriz Milhazes, Burle Marx, Fayga Ostrower, Franz Krajcberg, Lótus Lobo e Marcelo Grassman. A mostra fica em cartaz no Museu de Congonhas, até 30 de julho, de terça a domingo, de 9h às 17h.

Para o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Lazer e Turismo de Congonhas, Sérgio Rodrigo Reis, a renovação dessa parceria demonstra a sensibilidade da FCS para alcançar e formar novos públicos. Em 2016, quando o projeto de itinerância teve início com a exposição Recorte – Acervo da Fundação Clóvis Salgado, entre junho e agosto, o Museu de Congonhas registrou público recorde de 35 mil pessoas.

De acordo com secretário de Estado da Cultura Angelo Oswaldo, compartilhar o conhecimento da Coleção da Fundação Clóvis Salgado entre as cidades de mineiras é uma das metas de sua pasta, além de oferecer “ao espectador a oportunidade de alcançar a variada produção mineira que chega à atualidade”, observa.

Iniciativa inédita
O Termo de Cooperação Cultural para “Itinerância de Artes Visuais”, que possibilitou essa parceria, foi assinado em maio deste ano, no Palácio das Artes, pelo presidente da Fundação Clóvis Salgado, Augusto Nunes-Filho; pelo prefeito de Congonhas, José de Freitas Cordeiro (Zé Linho); e pelo presidente da Fundação Municipal de Cultura, Lazer e Turismo de Congonhas, Sérgio Rodrigo Reis.

Esse encontro marcou iniciativa inédita da FCS em ampliar sua abrangência no estado, ao levar um acervo importantíssimo, com grandes nomes das artes plásticas mineiras de diferentes gerações, para outras localidades além de Belo Horizonte.

Serviço

Exposição Recorte – Acervo Fundação Clóvis Salgado – Cataguases
Quando: Até 16 de julho
Onde: Centro Cultural Humberto Mauro (Rua Coronel Vieira, 10 – Centro, Cataguases)
Horário: das 8h às 18h, de segunda a sexta
Classificação: livre
Entrada gratuita
Informações: (31) 3551-3637

Exposição Grandes Nomes – Acervo Fundação Clóvis Salgado – Congonhas
Quando: Até 30 de julho de 2017
Onde: Museu de Congonhas: Alameda Cidade Matozinhos de Portugal, 77 – Basílica – Congonhas – MG
Preço: R$ 10,00 (inteira), de terça a domingo, de 9h às 17h
Entrada gratuita, às quartas-feiras, de 13h às 21h
Classificação: livre

Com Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm