Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Desembalar menos, descascar mais e praticar atividade física ajuda no combate à obesidade, diz nutricionista


O crescimento do número de pessoas obesas é preocupante no Brasil. Um estudo realizado pelo Global Burden of Disease e publicado na revista científica britânica The Lancet, em outubro de 2017 aponta que o Brasil é o quinto país do mundo com mais obesos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China, Índia e Rússia.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) divulgada pelo Ministério da Saúde revela que a obesidade cresceu 60% no Brasil entre 2006 e 2016, passando de 11,8% para 18,9%, com frequência maior entre mulheres (19,6%) do que entre os homens (18,1%). Este estudo mostra também crescimento do excesso de peso entre a população, que subiu de 42,6% em 2006 para 53,8% em 2016, com presença em mais da metade dos adultos residentes nas capitais do país.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também divulgou a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) relativa ao ano de 2015, indicou que 56,9% dos brasileiros com mais de 18 anos estão com excesso de peso, ou seja, têm um índice de massa corporal (IMC) igual ou maior que 25. Outros 20,8% das pessoas são consideradas obesas porque têm IMC igual ou maior que 30.

A situação é preocupante e os profissionais que atuam em nutrição e saúde buscam alternativas para impedir o crescimento e promover hábitos saudáveis entre a população.

Muitas vezes os fatores que culminam com a obesidade começam com a alimentação inadequada das crianças, que crescem com hábitos errados e nada saudáveis.

Em Pará de Minas a obesidade incomoda boa parte da população. Tanto que nas escolas municipais o cardápio foi elaborado com alimentos saudáveis e as crianças incentivadas a levar frutas na lancheira, em substituição aos produtos industrializados.

A nutricionista Anna Paula Pena diz que a obesidade, tanto infantil, quanto adulta, preocupa. Ao defender uma alimentação saudável, como frutas, por exemplo, ela diz que uma das alternativas para diminuir o número de obesos é a população paraminense passar a “desembalar menos e descascar mais”:


Anna Paula Pena
annapaulapenaobesidade1

Outro fator que contribui para o aumento da obesidade é o sedentarismo, a falta de atividades físicas. Para a nutricionista é preciso encontrar equilíbrio entre alimentação saudável e prática de exercícios físicos para alcançar qualidade de vida:

Anna Paula Pena
annapaulapenaobesidade2

A obesidade não traz para as pessoas apenas problemas estéticos. Apesar de mexer a com autoestima de quem está com sobrepeso ou obeso, o excesso de gordura também causa muitas doenças que poderiam ser evitadas.

Entre as doenças relacionadas à obesidade, estão o diabetes, hipertensão, colesterol alto e doenças cardíacas. Antes estas doenças afetavam as pessoas a partir dos 50 anos. Mas de acordo com especialistas elas também estão se manifestando com muita frequência em adolescentes e jovens com idades entre 12 e 18 anos.

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm