Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Turismo e gastronomia podem transformar Minas Gerais


De forma semelhante à França, a gastronomia, agregada à história e à cultura, é a principal vocação do turismo em Minas Gerais e está transformando o Estado. A constatação é do secretário de Estado de Turismo, Gustavo Pessoa Arrais, que participou de audiência pública realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG)..

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Solicitada pelo deputado Agostinho Patrus Filho (PV), a reunião da Comissão de Desenvolvimento Econômico teve como objetivo debater o Plano Estadual de Desenvolvimento da Gastronomia (PEDG). Proposto pelo Poder Executivo, o plano está previsto na Lei 21.936, de 2015, que instituiu a Política Estadual de Desenvolvimento da Gastronomia.

O secretário Gustavo Arrais lembrou que a França tinha outras vocações econômicas, como a extração mineral e a agricultura. “Percebendo que a mineração ia se esgotar, começaram a trabalhar o turismo, baseado em agricultura, história e cultura. Hoje, o país recebe 68 milhões de turistas”, destacou.

Na opinião de Arrais, Minas Gerais, com quatro patrimônios da humanidade, pode seguir essa trilha. “Só com o carnaval em Belo Horizonte neste ano, foram movimentados R$ 670 milhões”, comemorou.

Pioneirismo
O deputado Agostinho Patrus Filho lembrou que Minas Gerais é o primeiro Estado a contar com uma política de desenvolvimento da gastronomia. “O que vai dar concretude a essa política é o Plano Estadual da Gastronomia, construído com a participação de vários órgãos governamentais, iniciativa privada e entidades ligadas ao setor”, afirmou.

A proposta inicial foi elaborada pelo grupo coordenador do programa +Gastronomia, criado pelo governo em 2017, unificando iniciativas no segmento e fomentando sua cadeia produtiva. “Este é um plano com duração de 2018 a 2021, mas precisa ser constantemente avaliado. Como é quadrienal, perpassa governos, tornando-se um plano de estado”, apontou o parlamentar.

Consulta pública vai até 12 de abril
A gestora de Projetos Sociais do Serviço Social Autônomo (SSA Servas), Marina Simião, divulgou que o governo abriu uma consulta pública sobre o PEDG. Os interessados em colaborar podem conferir a íntegra das propostas e sugerir melhorias até o dia 16 de abril.

Segundo Marina, até o momento, foram recebidas 109 contribuições. Na visão dela, o plano enfrenta desafios, como a complexidade de lidar com uma cadeia produtiva muito diversa, que inclui a produção agropecuária e os serviços de alimentação fora do lar, passando pelo beneficiamento, logística, comercialização, desenvolvimento de produtos e pesquisa.

Cristiane Serpa, do Instituto Integrado de Desenvolvimento Econômico (Indi), destacou que a política de gastronomia tem entre seus objetivos a atração de investimentos e a promoção da exportação.

“O Indi promove a gastronomia mineira participando de feiras em países como China, Alemanha e Colômbia. Apresentamos produtos mineiros com potencial exportador, como café, cachaça e queijo”, disse. Mas o órgão também divulga outros setores, com foco em pequenos e médios produtores sem capacidade de se posicionarem internacionalmente.

Mineiraria
Fernanda Machado, diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, defendeu maior divulgação do PEDG. Ela divulgou a Mineiraria, casa da gastronomia em Belo Horizonte, voltada à promoção dos produtos da culinária mineira, oferecendo oficinas, eventos e intercâmbio entre chefs.

Gilson Soares, superintendente de Agronegócio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, enfatizou que, além dos produtos mais tradicionais da culinária mineira, há outros que a pasta apoia, como doces, linguiças, embutidos e farinha. Um dos programas desenvolvidos nesse sentido é o Certifica Minas, que atua na certificação de café, queijo, leite, carne, frutas e azeite, o que ajuda a fortalecer a gastronomia e o turismo.

Identificação gastronômica e visibilidade
O chefe do projeto Territórios Gastronômicos, Eduardo Avelar, sugeriu a substituição da identidade geográfica pela identificação gastronômica, para dar mais visibilidade às regiões produtoras.

Na opinião do professor e coordenador do Curso de Gastronomia da UNA, Edson Wander Puiati, o PEDG poderia tratar mais detalhadamente de modelos de produção agroecológico e orgânico, além de abordar a conexão da gastronomia com o turismo religioso. Ele sugeriu ainda que alguns ícones da culinária mineira sejam transformados em patrimônio imaterial.

Marisa Flores Peixoto, da Emater, disse que a instituição tem atuado com produtores rurais enfocando boas práticas de produção. Uma das ações que faz parte da primeira entrega da política de gastronomia foi a realização do 11º concurso do queijo minas artesanal em São Roque de Minas (Centro-Oeste do Estado).

Desemprego
“Nas indústrias, nos bancos e nas empresas em geral, a automação se expande cada vez mais”, alertou o deputado Roberto Andrade (PSB). Para o parlamentar, alternativas para gerar emprego e renda são o turismo e a gastronomia. Na sua avaliação, só dois estados no Brasil possuem uma gastronomia diferenciada – Minas Gerais e Pará -, mas só o primeiro tem uma divulgação massiva por todo o País, o que deve ser valorizado.

Ricardo Rodrigues, presidente regional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-MG), parabenizou o deputado Agostinho Patrus Filho pela coordenação dos trabalhos para que se chegasse à política estadual. Por outro lado, ressalvou que o PEDG só será executado se houver recursos alocados para sua implementação. Com informações da Assessoria de Comunicação da ALMG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm